Madeira e Cabo Verde estreitam relações

Reforçados mecanismos de resposta à comunidade cabo-verdiana. 15-03-2018 Educação
Madeira e Cabo Verde estreitam relações A Região Autónoma da Madeira (RAM) e a Embaixada da República de Cabo Verde em Portugal celebraram, quinta-feira (15 de março), no Salão Nobre do Governo Regional, um Protocolo de Colaboração.

O documento, subscrito pelo Secretário Regional de Educação, Jorge Carvalho, em representação da RAM, e o Ministro Plenipotenciário da Embaixada da República de Cabo Verde em Portugal, Jorge Gonçalves, em representação do Senhor Embaixador, objetiva o apoio à comunidade cabo-verdiana residente na Região, reforçando os mecanismos de resposta do Centro das Comunidades Madeirenses e Migrações (CCMM) e agilizando os procedimentos, designadamente na emissão de documentos e encaminhamento de processos, com ganhos de eficiência e eficácia, em prol do serviço prestado aos cidadãos.

Na oportunidade, Jorge Carvalho revelou ser este o primeiro de um conjunto de protocolos que visam estreitar relações entre o CCMM e as embaixadas dos países que não têm consulado na RAM, visando a prestação de um melhor serviço a essas comunidades que se fixam na RAM.
«Este é um momento de grande importância para o relacionamento entre a Região e Cabo Verde, particularmente para a comunidade cabo-verdiana que aqui reside. Este protocolo demonstra o interesse que as entidades regionais mantêm sobre os não residentes, aqueles que escolheram a Região para residir e desenvolver as suas atividades, sejam elas profissionais ou sociais. A essas comunidades devemos prestar o melhor serviço, de proximidade, de acompanhamento, facilitador da sua integração, mas também de ligação com o seu país de origem. É com esse propósito que o Centro e todos os nossos colaboradores se empenham diariamente», assegurou o governante, confiante de que o protocolo «firma um relacionamento que será frutuoso para as duas comunidades».

Por seu turno, Jorge Gonçalves agradeceu «o honroso convite» para a celebração do acordo. «O Estado de Cabo Verde tem um reconhecimento profundo por tudo aquilo que o Governo Regional da Madeira vem fazendo em prol da sua comunidade aqui residente. Cabo Verde pretende atribuir importância na sua justa medida àqueles que, por razões diversas, escolheram outro país para viver. E eu digo que sorte grande para aqueles que escolheram a Madeira, porque fiquei muito impressionado com a beleza, organização e simpatia com que são aqui acolhidos», enfatizou o representante do Embaixador de Cabo Verde, sublinhando que aquele documento «formaliza algo que já existe, isto é, um serviço gracioso e indispensável» que o Governo Regional presta à comunidade cabo-verdiana.