EB23 do Estreito de C. Lobos procura estar na vanguarda

Jorge Carvalho elogia trabalho desenvolvido naquele estabelecimento de ensino. 17-07-2018 Educação
EB23 do Estreito de C. Lobos  procura estar na vanguarda

O auditório do Centro Cívico do Estreito de Câmara de Lobos apresentou-se lotado, segunda-feira (16 de julho), para assistir à cerimónia de entrega de Prémios de Mérito a alunos da Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos local. No total, 102 estudantes foram distinguidos com diplomas nas diferentes categorias.

 

O Secretário Regional de Educação, Jorge Carvalho, considera aquele número o espelho do trabalho desenvolvido naquele estabelecimento de ensino. «Esta escola procura estar na vanguarda, busca as melhores soluções para os seus alunos; foi assim no projeto das Turmas+, foi assim com a flexibilidade curricular, é assim no programa Erasmus, é assim em todas as diferentes áreas e nas dinâmicas sociais que procura desenvolver. Esta postura – que agradecemos –, de ter em conta o contexto onde está inserida, é extremamente importante e relevante para o bom desempenho dos seus alunos», sublinhou o governante, partindo daquele exemplo particular para realçar o cômputo geral dos resultados alcançados pelos estudantes madeirenses.

 

«No final de mais um ano letivo, conjugadas as notas obtidas ao longo do ano letivo com as notas dos exames nacionais, 95% dos alunos da Região do 9.º ano transitaram de ano. É verdade que temos de trabalhar para que os 5% de alunos retidos se transformem em 0%, mas é extremamente gratificante percebermos que no final de um ano de trabalho, 95% dos alunos tiveram sucesso. É desse sucesso que surge a motivação para continuar a aprender, é desse sucesso que se alimenta as nossas escolas e os nossos professores, porque é aí que vemos reconhecido grande parte do nosso trabalho. Saber que todo o investimento feito no sistema educativo é aproveitado, significa que as diferentes opções que são tomadas no apoio aos alunos, de respostas às suas dificuldades, têm sido boas e significa que estamos no caminho certo», concluiu Jorge Carvalho.

 

Dos 104 prémios distribuídos, precisamente metade foram de Mérito Social, segundo critérios de relacionamento interpessoal e de responsabilidades relativas à pontualidade, assiduidade, comportamento, empenho, participação e material.

 

O Mérito de Excelência foram atribuídos a 21 alunos dos 2.º e 3.º Ciclos, cursos profissionais e cursos EFA por terem alcançado médias de nível 5 (2.º e 3.º Ciclos) e de 18 (ensino secundário).

 

Cinco alunos (um por cada ano dos 2.º e 3.º Ciclos) com média global de nível 5 foram distinguidos com o Mérito de Melhor Aluno e dois estudantes foram premiados pelas notas mais altas alcançadas nas provas finais nacionais de português e matemática.

 

Foram premiados ainda 22 alunos pela participação em atividades dinamizadas por grupos disciplinares e clubes, bem como distinguidos outros pelas vitórias no concurso quiz de Geografia SuperMatik, nas Olimpíadas de História e no projeto de Prevenção Rodoviária.

 

Ao nível desportivo o sucesso também foi assinalável, nomeadamente nos resultados obtidos na Festa do Desporto Escolar, onde 38 alunos alcançaram um 1.º lugar, 36 um 2.º posto e 41 uma 3.ª posição.

 

Realce também para o 1.º lugar dos 16 estudantes alcançados no atletismo e no judo, com a camisola do Clube Escola do Estreito, e para os 106 alunos que participaram no projeto “Lobos Voluntários”.