Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.

Literacia Marítima identitária da História Regional e Local

Jorge Carvalho releva «mar de oportunidades» que rodeia a Região. 08-02-2019 Educação
Literacia Marítima identitária da História Regional e Local

O Secretário Regional de Educação, Jorge Carvalho, anunciou, na sessão de abertura do V Encontro de História Regional e Local na Escola, sexta-feira (8 de fevereiro), a implementação, no próximo ano letivo, do Programa de Literacia e Cultura Marítima. «O mar é base da história insular, elemento identitário dos madeirenses e um referencial para os jovens. É nesse sentido que a Secretaria Regional de Educação está a desenvolver um projeto para a literacia marítima, através do qual os nossos alunos poderão conhecer melhor este ambiente que nos rodeia», revelou o governante, sublinhando que o projeto, coordenado pelo antigo atleta olímpico João Rodrigues, rodear-se-á de uma série de sinergias. «Pretendemos produzir um programa com conteúdos que possam ser lecionados nas escolas para criarmos essa identificação com o mar, para que os nossos alunos possam encontrar no mar não só um meio de comunicação e identificação com a nossa história, mas também perceber quais as oportunidades que o mar oferece, mesmo do ponto de vista profissional», explicou Jorge Carvalho.

 

Subordinado ao tema “Madeira: um mar de memórias a preservar”, no âmbito do Projeto História da Madeira, o Encontro abre espaço para que os docentes desempenhem a sua missão da melhor forma. «Neste caso particular é mais relevante porque estamos a falar da nossa história, que traduz o percurso que nos fez chegar ao presente. É importante não perdermos essa memória e que os nossos alunos tenham esse conhecimento, porque só valorizamos aquilo que conhecemos. E é através da abordagem nas nossas escolas destas temáticas que garantimos que as novas gerações podem conhecer o nosso passado, compreender o presente e projetar o futuro», concretizou o Secretário Regional.