Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Corpo Europeu de Solidariedade ganha formação na Madeira

“Playground: first steps on ESC” reúne responsáveis nacionais na área da Juventude. 28-06-2019 Educação
Corpo Europeu de Solidariedade ganha formação na Madeira

Teve início, esta quarta-feira (26 de junho), a Formação “Playground: first steps on ESC”, no âmbito do novo programa da Comissão Europeia para a Juventude, denominado Corpo Europeu de Solidariedade (CES).

Esta iniciativa da Agência Nacional Erasmus+ Juventude em Ação, reúne na Madeira 35 responsáveis e técnicos de organizações juvenis de todo o país, até ao próximo sábado, no Hotel Four Views Baía, para aprofundar conhecimento do programa CES, nas suas diferentes dimensões, objetivos, temas, grupos-alvo prioritários, métodos e recursos.

Na sessão de abertura da ação, o secretário regional de Educação, Jorge Carvalho, agradeceu a disponibilidade da Agência Nacional para organizar a formação na Madeira (RAM), qual prémio pelo investimento da Região Autónoma da Madeira na juventude.

«O Governo Regional acredita seriamente nas competências, na capacidade transformadora, na energia e na irreverência dos jovens; que a juventude é o que de melhor a sociedade tem. Se proporcionarmos uma boa formação à juventude, estaremos a fazer um investimento real na sociedade em termos de futuro e, na Região, temos procurado desenvolver um conjunto de programas que possam habilitar os nossos jovens com competências que lhes permitam ser cidadãos europeus e do mundo», perspetivou o governante com a tutela da Juventude.

Enfatizando a abrangência europeia dos diversos projetos implementados na RAM desde 2015, Jorge Carvalho recordou que data de 2000 o fim do programa Infante, que possibilitava a mobilidade de jovens em Portugal. «Um jovem da Madeira ou dos Açores mais facilmente se integra num projeto num outro país europeu do que em Portugal. Num país com esta descontinuidade do ponto de vista territorial, este parece-nos ser um aspeto muito importante a ultrapassar no intuito de valorizar as competências que se pretende possibilitar aos jovens possuir no espaço europeu», sublinhou o secretário regional.

Os 35 formandos da “Playground: first steps on ESC” procuram, então, aprofundar a compreensão do CES, das suas ações e atividades, e o significado e contexto do voluntariado e solidariedade, no intuito de inspirar as organizações na conquista de novas aptidões e competências para trabalhar com os jovens, através de métodos e exercícios de educação e potenciando a criação de redes entre as organizações participantes e a concretização de atividades em parceria, nomeadamente seminários, estágios, projetos de voluntariado e de solidariedade.