Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Tranquilidade decisiva para o sucesso dos alunos

Jorge Carvalho destaca qualidade no ensino das Artes na Região. 05-09-2019 Educação, Ciência e Tecnologia
Tranquilidade decisiva para o sucesso dos alunos O secretário regional de Educação, Jorge Carvalho, está convicto de que a tranquilidade com que, na Região Autónoma da Madeira (RAM), se têm iniciado os anos letivos, é determinante para o sucesso dos alunos.

«É uma função essencial da Escola transmitir à sociedade essa tranquilidade, para que todo o processo esteja centrado nas aprendizagens e não nas questões organizacionais», disse o governante, quarta-feira (4 de setembro), na sessão de abertura do X Congresso de Educação Artística.
 
«Com a competência e dedicação dos professores, com a organização das escolas, com a motivação dos alunos, teremos mais um ano letivo que contribuirá para a formação de excelência que o nosso sistema educativo vem proporcionando, também na componente artística», preconizou Jorge Carvalho, sublinhando a intenção de aprimorar a qualidade do ensino artístico já patenteada na RAM e reconhecida nacional e internacionalmente, não apenas com as distinções em diversos certames, mas também pelo ingresso de alunos madeirenses em sistemas de ensino daquele âmbito.

Essa melhoria no ensino das artes advirá da fusão da Direção de Serviços de Ensino Artístico e Multimédia (DSEAM) com o Conservatório – Escola Profissional das Artes da Madeira – Eng. Luiz Peter Clode (CEPAM). 
 
«O próximo ano letivo terá uma dimensão de trabalho ligeiramente diferente das últimas décadas, uma vez que a integração da DSEAM no CEPAM criou um espaço único, em que a competência instalada nas duas organizações, o know-how que capacitava as suas estruturas e os seus professores, merecia ser partilhada. Desta forma acreditamos que daremos uma melhor resposta às escolas e aos alunos», consubstanciou o secretário regional.
 
Jorge Carvalho fez ainda questão de agradecer aos homenageados com o Prémio Educação Artística 2019. Margarida Lemos Gomes, professora e artista plástica, pela sua entrega e envolvência à causa das artes e do ensino, numa devoção à Educação que continuou mesmo após a sua aposentação. «Se não há dúvidas sobre a sua competência, duas outras suas características, comuns às pessoas das artes, estão aprimoradas: a dedicação e o entusiasmo. Obrigado por nos entusiasmar continuamente», elogiou o secretário regional.
 
A outra distinção foi para o Teatro Experimental da Camacha, projeto com mais de três décadas de atividade no âmbito da comédia, do drama, peças infanto-juvenis e mesmo experimentais, sempre com o objetivo de sensibilizar o público para a realidade social e cultural. «É o reconhecimento pelo trabalho desenvolvimento pelo Teatro da Camacha junto das nossas escolas e das nossas crianças, não só no desempenho enquanto artistas, mas acima de tudo pela preocupação com a formação do público», enalteceu Jorge Carvalho.