Obras decorrem a bom ritmo na futura escola da Ribeira Brava

A conclusão da obra está prevista para os finais de 2019 e terá um custo total na ordem dos 8 milhões de euros. 12-09-2018 Secretaria Regional dos Equipamentos e Infraestruturas
Obras decorrem a bom ritmo na futura escola da Ribeira Brava

Neste momento, decorrem a bom ritmo os trabalhos de demolição e de escavação para colocar o edifício da futura Escola Básica e Secundária Padre Manuel Álvares, na Ribeira Brava, às cotas de implantação e assim dar início à sua construção.

O novo estabelecimento de ensino será construído no local onde atualmente funciona a escola que dá apoio a todo aquele concelho e a uma população escolar de 879 alunos, 78 professores e 39 funcionários (de acordo com dados fornecidos pela Secretaria Regional de Educação).

Ali, funcionarão 20 turmas do 2º ciclo (5º, 6º) e do 3º ciclo (7º, 8º e 9º) e 19 turmas do ensino secundário e educação formação (10º, 11º e 12º), num total de 39 turmas.


Construção será em duas fases

A construção do novo edifício será executada em duas fases, conforme está definido no plano de faseamento.

Numa primeira fase, serão demolidos os blocos mais precários com um só piso, num total de 1.317,30m2 de área e serão construídos parte dos 2 blocos que compõem o edifício.

Na segunda fase, serão demolidos os blocos com dois e três pisos e serão construídos a parte restante dos dois blocos, o ginásio e o parque de estacionamento com o polidesportivo descoberto na sua cobertura.

A área total de demolição na segunda fase é de 4.719m2.

Desta forma faseada a escola continuará em funcionamento durante a construção deste equipamento escolar e os alunos terão sempre garantido o serviço de refeições.

 

Mais de 7 mil m2 de área emergente

Este novo edifício escolar, terá um total de 7.791,18 m2 de área emergente e será desenvolvido quase na totalidade em 2 pisos, existindo, contudo, no bloco mais a norte um 3º piso ocupando uma área de 1.022,89 m2. A garagem fica semienterrada e tem capacidade para 40 veículos e uma área de 1.154,71m2.

No exterior, e ao nível do arruamento existem mais 17 lugares de estacionamento que ficarão reservados para a escola.

Este conjunto edificado e de acordo com o Programa fornecido pela Secretaria Regional da Educação, tem 12 salas de aulas com cerca de 75m2, sendo 5 Laboratórios, 1 sala de música, 5 salas de EVT e uma sala de Oficina de Artes. Para além destas áreas de ensino este edifício tem 27 salas com 50 m2 de área.

Distribuídos pelos 3 pisos e pelos dois edifícios, existem diversos gabinetes com utilização específica (reprografia, secretaria, enfermaria, conselho diretivo, gabinete de atendimento dos pais, gabinetes de trabalho de professores).

Para além destas salas e gabinetes, existe no edifício norte uma biblioteca ao nível do 1º piso e neste corpo e ao nível do rés-do-chão estão localizados os bares de alunos e professores, a sala de professores e o refeitório com os diversos serviços de apoio a este espaço.

A cozinha, se necessário está preparada para funcionar em sistema de outsourcing.

O ginásio fica situado no edifício norte e tem os respetivos balneários de apoio para os alunos e para os professores.

Outro dos espaços desportivos deste estabelecimento escolar é um polidesportivo que fica localizado na cobertura da garagem.

Para assistir aos acontecimentos desportivos foram criadas bancadas com a capacidade para 150 pessoas.

Inserido no edifício sul existe uma Sala Polivalente que terá um palco sobrelevado, caso este espaço funcione em período não letivo será possível isolar uma grande parte do piso por questões de segurança.

Este espaço pode também funcionar com a escola encerrada pois estão garantidos acessos pelo exterior. Junto a este auditório foram colocados sanitários para ambos os sexos e ainda um sanitário adaptado.

O posicionamento do bar permite também a sua abertura fora do período não letivo para dar apoio a todos os eventos culturais e desportivos que utilizem este equipamento.

Envolvendo todo o perímetro do terreno serão criadas zonas de jardim e nos diversos pátios exteriores foram inseridas zonas verdes por forma a garantir espaços de sombra.

De salientar que a conclusão desta obra está prevista para os finais de 2019 e terá um custo total na ordem dos 8 milhões de euros.