Obras na Ponte Nova: o fim de um tortuoso processo

Amílcar Gonçalves espera que, desta forma, se chegue ao fim de um tortuoso processo, reconhecendo a abertura do Governo Regional na tentativa de encontrar um consenso e a um equilíbrio entre as duas propostas, lamentando ainda todo o incómodo que todo esta esta situação causou na população e à cidade. 02-10-2018 Secretaria Regional dos Equipamentos e Infraestruturas
 Obras na Ponte Nova: o fim de um tortuoso processo

O Governo Regional, através da Secretaria Regional dos Equipamentos e Infraestruturas, informa que, ainda esta semana, vão começar os trabalhos preparatórios na Ponte Nova, uma obra que foi embargada pela Câmara Municipal do Funchal em maio de 2017 e que agora tem ‘luz verde’ para continuar.

Neste sentido, e na sequência do levantamento do embargo da Ponte Nova, a solução encontrada e que resultou das reuniões realizadas entre as duas equipas de projetistas do Governo Regional e da Câmara Municipal do Funchal, será agora enviada à Direção Regional da Cultura (DRC) para que esta dê o seu parecer (recorde-se que a ponte em questão já se encontra classificada como Interesse Municipal).

De salientar também que a única diferença encontrada entre os dois projetos do Governo e da Câmara é que o da autarquia prevê uma ponte para veículos com carga máxima de 30 toneladas, enquanto a estrutura que estava a ser reabilitada pelo Governo Regional apresentava capacidade até 60 toneladas. A solução de consenso será baseada na solução do Governo Regional, mas com a limitação da carga a 30 toneladas conforme proposto no projeto da CMF.

O secretário regional dos Equipamentos e Infraestruturas espera que desta forma se chegue ao fim de um tortuoso processo, reconhecendo a abertura do GR na tentativa de encontrar um consenso e a um equilíbrio entre as duas propostas, lamentando todo o incómodo que toda esta situação causou na população e à cidade.

Amílcar Gonçalves congratula-se ainda pelo facto da CMF ter finalmente considerado necessário e imperativo o reforço estrutural da Ponte Nova, como desde o início o Governo Regional advogava.


Anexos

Descritores