Maquiavel Tikka Masala

Este grupo de novos "gourmets” ignoram e desprezam por completo os homens e as mulheres que deveriam defender e respeitar...mas isso também já estamos "carecas" de saber... 18-10-2018 Secretaria Regional dos Equipamentos e Infraestruturas
Maquiavel Tikka Masala

 

São conhecidos os pensamentos e as frases inspiradoras do filósofo renascentista Nicolau Maquiavel, que mesmo à distância de quase cinco séculos ainda se apresentam actuais e pertinentes. Há uma, da qual gosto muito e que passo a citar: “As injúrias devem ser feitas todas de uma só vez, a fim de que, saboreando-as menos, ofendam menos, e os benefícios devem ser feitos pouco a pouco, a fim de que sejam mais bem saboreados”. De uma forma mais simples poderíamos dizer que o mal deve ser feito de uma vez só e o bem aos bocadinhos.

 

Qualquer pessoa de bom senso entende esta ideia e até a pratica quotidianamente, não precisando de ser enfermeiro (1,2 e cá vai o penso) ou esteticista (a cera, além dos pelos, parece que às vezes quer também arrancar a alma...disse-me uma amiga).

 

Mas o que parece simples e razoável para todos, para o primeiro-ministro em funções, o nosso "amigo" Costa, é exactamente ao contrário, especialmente nos assuntos que dizem respeito à Madeira. Este socialista dos sete costados, ou socialista "de rabo", como se diz em bom madeirense, parece adoptar esta filosofia, mas de forma completamente inversa, e de modo consciente e sistemático, nunca faz o bem e o mal, fá-lo aos bochechos e com requintes quase sádicos. Desde que definiu como desígnio socialista luso a tomada do poder a qualquer custo da Madeira, que não para de pôr em prática esta estranha receita do pensamento de Maquiavel.

 

Este criativo cozinheiro usa ingredientes fantásticos como o Ferry, a TAP, os sub-sistemas de saúde, a dívida do ADSE, os apoios dos incêndios, a mobilidade aérea, tudo assuntos que foram habilmente tratados, perdão, cozinhados, para condicionar e castigar o infeliz do comensal insular. Mas a alminha socialista não contente com a mistela que nos tem servido, resolveu juntar ainda uma pitada generosa de garotice e completa falta de respeito, retirando recentemente de forma dissimulada parte do apoio devido e prometido ao Novo Hospital, temos "chef"...

 

Esta picante e exótica receita, com ingredientes e temperos fortes e agressivos para o palato do brando e pacato madeirense tem afectado de forma grave e nefasta a vida de todos nós...não se resumindo apenas a azias e complicações do foro intestinal.

 

Como se esta maquiavélica interpretação de Maquiavel não bastasse temos ainda uns idiotas úteis cá do burgo, a andar de avião e a apregoar a bondade e a sofisticação da criação culinária. Este grupo de novos "gourmets” ignoram e desprezam por completo os homens e as mulheres que deveriam defender e respeitar...mas isso também já estamos "carecas" de saber...

 

 

 


Anexos

Descritores