Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Obras nas escarpas sobranceiras ao túnel João Abel de Freitas visam “conferir segurança a todas as pessoas que circulam neste troço de via rápida”

“Uma obra muito importante e necessária”, foi como o Secretário Regional de Equipamentos e Infraestruturas, Pedro Fino, descreveu, hoje à tarde, as intervenções que vão decorrer nas escarpas sobranceiras ao túnel João Abel de Freitas e que arrancam já amanhã, dia 21 de novembro. 20-11-2019 Equipamentos e Infraestruturas
Obras nas escarpas sobranceiras ao túnel João Abel de Freitas visam “conferir segurança a todas as pessoas que circulam neste troço de via rápida” “É uma obra muito importante porque tem como objetivo conferir segurança a todas as pessoas que circulam neste troço de via rápida e, durante as obras, o trânsito terá de estar condicionado para os trabalhos decorrerem com a máxima segurança e cautela”, explicou Pedro Fino.

“Para minimizar o impacto das obras”, estes trabalhos, cujo investimento ronda os 200 mil euros, decorrerão em duas fases. Na primeira fase, que arranca amanhã, 21 de novembro, pretende-se proceder à execução dos trabalhos sobre o ramo de saída e faixa Sul do Túnel João Abel de Freitas. Para o efeito será necessário proceder ao corte da VR1 no sentido Ribeira Brava – Caniçal, no Funchal, entre o Nó de Santo António (Nó 10) e o Nó de Santa Luzia (Nó 11). A conclusão desta primeira fase está prevista a 6 de dezembro, decorrendo nos seguintes períodos:
- Diariamente em período noturno das 21:00h às 06:00h (com menor afluência de trânsito)
- Domingos durante todo o dia (24 de novembro e 1 de dezembro)

Os utentes da VR1 que pretendam proceder ao seu trajeto nestes horários no sentido Ribeira Brava – Caniçal deverão respeitar a sinalização colocada na via, devendo abandonar a VR1 na saída do Nó do Pilar (Nó 9) ou do Nó de Santo António (Nó 10), podendo retomar o seu percurso no ramo de entrada da VR1 em Santa Luzia (Nó 11).

Na segunda fase, os trabalhos sobre a faixa Norte do Túnel João Abel de Freitas têm início previsto a 7 de janeiro de 2020, pelo período estimado de duas semanas, no mesmo horário. Para o efeito será necessário proceder ao corte da VR1 no sentido Caniçal – Ribeira Brava, no Funchal, entre o Nó da Pestana Júnior (Nó 12) e o Nó de Santo António (Nó 10). 

Os utentes da VR1 que pretendam proceder ao seu trajeto nestes horários no sentido Caniçal – Ribeira Brava deverão respeitar a sinalização colocada na via, devendo abandonar a VR1 na saída do Nó da Pestana Júnior (Nó 12) podendo retomar o seu percurso no ramo de entrada da VR1 em Santo António (Nó 10) ou no Pilar (Nó 9).

Um apelo à “compreensão das pessoas”


O Diretor Regional de Estradas, António Ferreira, referiu, na ocasião, que “era inevitável fazer estes trabalhos em período noturno, período em que há menos tráfego na via rápida”. 

“Articulámos este trabalho com a Câmara Municipal do Funchal, temos uma licença especial de ruído emitida para esse efeito, mas são inevitáveis os constrangimentos ao tráfego, por isso apelamos à compreensão das pessoas para que, de facto, facilitem e reorientem os seus percursos, de maneira a minimizar as implicações na cidade, mas é inevitável fazer esta obra por razões de segurança”, sublinhou.




Anexos

Descritores