Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Governo vai abrir SI Funcionamento com reforço da dotação e comparticipação de despesas até 75%

Rui Barreto anunciou abertura de novo concurso em dezembro deste ano, com reforço muito significativo da dotação e do nível de comparticipação das despesas elegíveis que poderá atingir os 75%, em 2021 02-10-2020 Economia
Governo vai abrir SI Funcionamento com reforço da dotação e comparticipação de despesas até 75%

O anúncio foi feito pelo secretário regional da Economia, esta manhã, numa visita a uma empresa sediada no Parque Empresarial de Câmara de Lobos, a Serralharia José Luís Lda.  As empresas vão poder concorrer a novos apoios ao funcionamento, investimento e tesouraria.

 

Desde já, conforme já tinha sito comunicado pelo governante no final de setembro, a partir da segunda quinzena de outubro, os empresários que concorreram à Linha Investe RAM poderão duplicar o valor do empréstimo. O Governo vai “possibilitar às empresas que concorreram a esta Linha, numa primeira fase, possam dobrar o valor do financiamento e isso é uma ajuda tesouraria”, referiu o secretário regional.  “Vamos também abrir um incentivo ao investimento, com programa Inicie +, com uma componente a fundo perdido”, afirmou.  

 

Rui Barreto anunciou ainda a abertura, já no mês de dezembro, de um novo concurso ao SI Funcionamento, “a joia dos incentivos do IDE”, para cobrir despesas de tesouraria referentes ao ano de 2019, como eletricidade, água, serviços de vigilância, comunicações e custos com alugueres e rendas.

 

O secretário regional comprometeu-se também a reforçar “fortemente” a dotação deste Sistema de Incentivos, acrescentando ainda uma nova componente, “o nível de comparticipação das despesas elegíveis poderá atingir os 75%”, o que, comparativamente aos concursos anteriores, representa um aumento de 60% na comparticipação.

 

“Isto é um bombear de tesouraria. Queremos aumentar muitíssimo a comparticipação de custos operacionais que são aqueles que as empresas têm neste momento maior dificuldade em pagar”, disse.

 

O governante com a tutela da Economia e das empresas afirmou estar “lado a lado com os empresários e com os seus trabalhadores” para ultrapassar a crise provocada pela pandemia, e garantiu que o Governo irá apoiar sempre “na manutenção dos postos de trabalho”.

 

“Venho cá para senti o pulsar dos empresários, mas também para transmitir uma mensagem de confiança no futuro”, sublinhou.

 

A empresa visitada hoje, está inserida no mercado há mais de 40 anos, tendo começado por transformar matérias-primas como ferro, latão e cobre. Mais recentemente, esta empresa especializou-se na transformação do aço e inox, incluindo todo o tipo de perfis, tendo já conquistado uma quota de mercado na transformação deste tipo de matéria-prima. Emprega 15 funcionários e desde 2015, com a presença da marca online, a empresa continua a crescer com o foco na inovação.


Anexos

Descritores