Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

“Boas ideias e bons investimentos não se devem perder por falta de capital”

Webinar BPF/IDE 22-04-2021 Economia
“Boas ideias e bons investimentos não se devem perder por falta de capital”

O secretário regional da Economia participou, esta tarde, num webinar promovido pelo Banco Português de Fomento, em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Empresarial, sobre soluções de capitalização para apoiar as empresas da Madeira.

 

Falando para mais de 370 participantes, o governante defendeu que as “boas ideias e bons investimentos não se devem perder por falta de capital”.

 

“Estamos a atravessar uma pandemia onde muitas empresas atravessam dificuldades de tesouraria e precisam de se capitalizar”, sublinhou.

 

“Estes dois instrumentos – Business Angels e o Fundo de Capital de Risco - são inovadores e muito importantes e podem, de facto, ajudar empresas que, tendo boas ideias e precisam de capital, possam ter aqui uma ajuda para alavancar esses projetos”.  

 

O Banco Português de Fomento recebeu cerca de 2,9 milhões de euros atribuídos pelo Instituto de Desenvolvimento Empresarial. A verba, proveniente de fundos comunitários, vai ser colocada em mercado para investimento em empresas e projetos inovadores da RAM.

 

“O Governo tem vindo a constatar que algumas empresas, que têm viabilidade económica e projetos sólidos, estão a atravessar problemas circunstanciais na sua tesouraria devido à redução da atividade económica e precisam de capitalização”, frisou, referindo também que o montante agora disponibilizado pelo executivo regionais, através do IDE, deverá ser conjugado com incentivos ao investimento que deverão ter uma componente de fundo perdido “mais acentuada”.

 

O Banco Português de Fomento pode investir direta ou indiretamente, via Business Angels ou via Fundo de Capital de Risco, sendo que os clientes finais são todas as empresas da Região que pretendam desenvolver projetos inovadores nos mais variados sectores de atividade. O BPF tem a responsabilidade de alavancar capitais regionais e depois estes fundos serão investidos nas empresas madeirenses por via do Business Angels ou do Fundo de Capital de Risco.

 

O Business Angels é um investidor informal de capital de risco. Por norma, são indivíduos que investem do seu próprio dinheiro em empresas e que possuem conhecimento e experiência de gestão que podem colocar à disposição das mesmas. Por outro lado, os fundos de capital e risco são entidades formais, que apostam em empresas mais avançadas no seu ciclo de vida, visando sobretudo operações de expansão ou crescimento do negócio.

 

Rui Barreto lembrou ainda que com a chegada das verbas do PRR e do REACT, durante este ano, o Governo Regional espera poder contar com “o apoio do Banco de Fomento, para que essas verbas possam chegar a bons projetos e para que, na retoma económica, as empresas sigam na dianteira e com isso mantenham os postos de trabalho”, destacou.

 

“Salientar esta parceria feliz e endereçar um convite ao BPF para que, numa melhor oportunidade, possam vir à Madeira para acompanharmos todas as medidas e todas as linhas de apoio que serão disponibilizadas”, concluiu.


Anexos

Descritores