Este sítio utiliza cookies para facilitar a navegação e obter estatísticas de utilização. Poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.
Pesquisar

Governo cria condições para fomentar o ecossistema tecnológico

O secretário regional da economia, Rui Barreto, disse esta tarde, na apresentação da nova identidade visual da Nearsoft, que são empresas madeirenses como esta que comprovam que a Região tem todas as condições para que estas desenvolvam aqui a sua atividade num ecossistema favorável ao progresso tecnológico e à inovação. 24-09-2022 Economia
Governo cria condições para fomentar o ecossistema tecnológico

 

Tal como afirmou, “esta empresa madeirense na área tecnológica, que emprega mais de 30 pessoas altamente qualificadas, tem já presença em sete países, espalhados pelos continentes africano, europeu e sul americano, em áreas que vão desde a educação, banca, saúde, telecomunicações transportes. É uma empresa também dedicada a áreas onde o Governo Regional também está a trabalhar, como o ‘fine tech’, juntando tecnologia e finanças”.

Segundo Rui Barreto “este é um bom exemplo de uma empresa madeirense,regional, que trabalha para mercados internacionais, ajudando a Região na diversificação da economia, também graças às condições que a Madeira oferece”.

Neste momento, disse, “a Madeira tem condições ótimas para desencadear uma série de projetos na área tecnológica, como de resto tem vindo a acontecer, porque tem boas infraestruturas, porque tem uma excelente conectividade a nível de telecomunicações e comunicações digitais”.

Por outras palavras, “a nossa condição ultraperiférica, que muitas vezes foi limitadora do desenvolvimento de atividades com produção de bens tangíveis e transacionáveis, porque trabalha a partir de uma pequena escala e distante dos grandes centros de distribuição, tem aqui uma oportunidade, porque estas empresas podem e devem desenvolver os seus produtos a partir da Madeira, criando conceitos, plataformas, software, desenvolvendo programas que são importantes para qualquer empresa a nível mundial”.

Com a pandemia, disse, “verificou-se uma aceleração processos de digitalização e conectividade e de produção de conteúdos à escala global. Além disso, a Madeira está também a desenvolver uma série de projetos transversais a todas as áreas económicas, que vão desde projetos no domínio da economia do mar, na área da saúde, como o novo hospital, mas também na área da ciberdefesa e cibersegurança, na modernização da agricultura, entre tantos outros”.

A Madeira, conforme referiu, “tem condições, também na sequência de uma nova reorganização geopolítica que se está a fazer no quadro da guerra que se está a decorrer na Europa de atrair e fixar empresas para melhorarem e potenciarem o ecossistema tecnológico e criar investimentos e emprego na Região”.


Anexos

Descritores