Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Governo regional está a preparar fundo de capital de risco para projetos inovadores

Anúncio foi feito pelo secretário regional de Economia, esta tarde, na cerimónia de entrega de prémios do H-INNOVA Healyh Innovation Hub 23-09-2020 Economia
Governo regional está a preparar fundo de capital de risco para projetos inovadores

Um “casamento feliz” entre a Saúde e a Economia. Foi desta forma que o secretário regional de Economia se referiu à parceria entre as duas secretarias, materializada no evento da autoria da PremiValor Consulting, realizado esta tarde, no auditório do centro de Estudos do Atlântico.

 

O projeto 'H-INNOVA’, apoiado pelo Governo Regional, foi desenvolvido junto de empreendedores, investigadores, profissionais de saúde, alunos e professores do ensino superior, e constitui-se como uma iniciativa cujo objetivo é desenvolver um acelerador para promover a inovação aberta e colaborativa, envolvendo centros de investigação, universidades, empresas e organizações de referênc,ia públicas e privadas, num ecossistema integrado,  focando sobre os temas críticos na área da saúde e da prestação de cuidados de saúde.

 

Uma parceria técnico-científica que, segundo o secretário regional, teve a capacidade de “juntar a comunidade científica com quadros e recursos humanos altamente qualificados que elevam o nível de capacitação dos recursos humanos na Região Autónoma da Madeira”.

 

Rui Barreto destacou a oportunidade que é, para a Economia e para as empresas da Madeira, a criação de um “cluster digital” com empresas internacionais que poderão desenvolver tecnologia a partir da Região e comprometeu-se em “adequar as necessidades de formação com as necessidades das empresas”, criando parcerias entre a Universidade da Madeira e a Startup Madeira.

 

Um dos objetivos do projeto H-INNOVA é promover a investigação aplicada às áreas de intervenção do Hospital Central do Funchal e, futuramente, do novo Hospital Central da Madeira, possibilitando o desenvolvimento de novos serviços de saúde. Nesse sentido, o governante realçou a importância, para a Saúde e para a Economia, daquela que será “a maior infraestrutura construída na Região na próxima década”.

 

“Nós estamos a aproveitar a construção de um equipamento (novo Hospital) para juntar a inovação e a tecnologia, e promover esse entendimento e esse valor na construção de um cluster tecnológico na área da saúde na Madeira. Estamos a trabalhar para que dentro de uma unidade hospitalar se possa ter um centro de investigação e desenvolvimento tecnológico”, garantiu.

 

“A tecnologia não nos pode constituir uma ameaça, mas de facto uma oportunidade”

 

Por outro lado, apandemia como “acelerador do mundo digital” constituirá uma oportunidade para tornar a Madeira “mais competitiva” e, por isso, o Governo regional, através da secretaria da Economia, já está “a preparar um fundo de capital de risco para apoiar projetos da Startup, seja na área na saúde, mas também noutras áreas”, anunciou Rui Barreto.

 

A par disto, a construção do novo cabo submarino que liga, através da Madeira, Fortaleza ao Continente Europeu  permitirá baixar “muitíssimo” o custo das comunicações “e com isso elevar o índice de competitividade das empresas e potenciar que mais empresas se instalem na Região.

 

“Isto é uma oportunidade para acelerarmos este processo de transição digital. Podemos através daqui melhorar muito a qualidade dos cuidados de saúde, afirmou.