IHM reabilita Conjunto Habitacional do Galeão

Empreitada abrange intervenção profunda nos blocos e nos espaços exteriores 23-04-2018 Inclusão e Assuntos Sociais
IHM reabilita Conjunto Habitacional do Galeão A Investimentos Habitacionais da Madeira, EPERAM (IHM, EPERAM), entidade responsável pela prossecução de políticas públicas de Habitação na Região Autónoma da Madeira, inicia em junho a empreitada de reabilitação dos blocos do conjunto habitacional do Galeão, em São Roque, no Funchal.

A obra a concurso, pelo preço base de 249.700,00 IVA incluído, contempla intervenção ao nível das coberturas, fachadas e espaços comuns dos doze blocos do referido complexo habitacional por forma a corrigir sinais de desgaste, assim como a recuperação de arruamentos e remodelação do parque infantil.

“Esta empreitada no Galeão, São Roque, a exemplo de outras que temos já em curso, e que irão se iniciar em outros complexos habitacionais da IHM, permitirá introduzir melhorias significativas nas condições de habitabilidade, segurança e bem-estar dos moradores”, considerou Vânia Jesus, Presidente do Conselho de Administração da IHM, EPERAM.

“Estamos a falar de 96 famílias, cerca de 230 pessoas residentes”, sublinhou.

No âmbito da empreitada que terá início em junho, os trabalhos de reparação incluem as fachadas dos edifícios - reparação dos elementos de betão armado e revestimentos exteriores -, assim como a pintura das mesmas, juntas de dilatação e coberturas.

Ao nível das áreas comuns interiores, o caderno de encargos define a substituição ou reparação de portas de entrada dos edifícios, bem como das portas dos armários, rede elétrica, iluminação, intercomunicadores e caixas de correio e, por fim, a pintura integral.

O acesso viário ao conjunto habitacional será recuperado e asfaltado e instalado um novo equipamento de recreio infantil funcionalmente adequado assente em pavimento em borracha reciclada.

A empreitada tem um prazo de execução de quatro meses, prevendo-se a sua conclusão em setembro.

Executada valorização dos espaços verdes

O mesmo complexo habitacional foi alvo de intervenção recente no valor de 63 mil euros. A empreitada incidiu na recuperação e valorização dos espaços exteriores, numa perspetiva corretiva de diversas componentes, nomeadamente a reposição da regularidade e consistência das superfícies pavimentadas, quer de estacionamento automóvel, quer do eixo de circulação pedonal, com destaque para o conjunto sequencial de lances de escadas e rampas.

Por fim, sinalizar a correção de taludes, limpeza das áreas verdes e a introdução de espécies arbóreas e arbustivas.