Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Descida consolidada na Região do Desemprego Registado

No final do mês de julho de 2019 o desemprego registado na Região Autónoma da Madeira fixou-se em 14.971 inscritos, baixando a barreira dos 15 milhares pela primeira vez desde agosto de 2010. O valor de julho representa menos 186 inscritos do que no fim do mês anterior (-1,2%) e menos 899 desempregados do que em julho de 2018 (-5,7%). 23-08-2019 Inclusão e Assuntos Sociais
Descida consolidada na Região do Desemprego Registado

Observando um período mais alargado, constatamos que o mês de julho de 2019 apresenta o menor volume de desemprego registado neste mês desde 2010, e corresponde a menos 7.691 desempregados (-34%) do que o valor do mês de julho de 2013 (22.662), o mês de julho mais elevado na última década.

A Região teve um bom desempenho face às demais regiões do país na redução do desemprego registado no fim do mês, em relação ao mês anterior (-1,2%) sendo apenas ultrapassada pelo Algarve (-8,2%).

Por outro lado, destaca-se que, o arquipélago apresenta o melhor desempenho face à média nacional no número de novas inscrições de desempregados, apresentando um decréscimo de 7,7% na RAM contrariamente ao nível nacional que registou um acréscimo de 5,7%, em relação ao mês homologo.

Entre os inscritos no fim do mês contavam-se 1.254 candidatos provenientes da Venezuela, que continua a representar um aumento significativo (+19,5%) face ao número que se registou no mês homólogo (1.049 inscritos em julho de 2018) e em julho de 2017 (669 inscritos). Ao longo de 2019, registaram-se já 886 inscrições de oriundos da Venezuela, correspondendo a uma média de 127 inscrito por mês. No total, desde 2016 já se inscreveram no Instituto de Emprego da Madeira 4.759 pessoas oriundas da Venezuela.


Anexos

Descritores