Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Governo Regional aposta na formação de desempregados com Projeto ‘Nazaré em Ação’

Desde a sua primeira edição, já participaram, no ‘Projeto Nazaré em Ação’, 95 candidatos desempregados, sendo que destes, 67 ingressaram no mercado de trabalho, correspondendo a uma taxa de sucesso superior a 70%. 25-09-2020 Inclusão Social e Cidadania
Governo Regional aposta na formação de desempregados com Projeto ‘Nazaré em Ação’

Trata-se de uma iniciativa da Secretaria Regional de Inclusão Social e Cidadania, através do Polo de Emprego da Investimentos Habitacionais da Madeira, IHM, EPE-RAM, do Instituto de Emprego da Madeira, IEM, IP-RAM e da Paróquia da Nazaré.

 

“O Governo Regional tem vindo a desenvolver, de forma contínua, ações de formação e (re)qualificação de desempregados e a disponibilizar as ferramentas necessárias que permitam inverter as situações de desemprego.

Trata-se da principal prioridade do Governo Regional, combater o desemprego, cuja evolução bastante positiva no sentido da sua diminuição consistente, foi interrompida pelo impacto da pandemia da COVID-19. Nesse contexto, a formação no sentido de dotar os desempregados de mais e melhores conhecimentos e aptidões assume uma importância primordial”, sublinhou Augusta Aguiar, Secretária Regional de Inclusão Social e Cidadania, durante a sessão de abertura da 7.ª edição do projeto “Nazaré em Ação” que se realizou ontem.

 

Nesta sétima edição do projeto “Nazaré em Ação”, serão abrangidos 15 desempregados, entre os 20 e os 40 anos de idade, com escolaridades entre o 6.º ano e o 11.º ano.

 

No âmbito desta iniciativa, cujo objetivo é dotar um grupo de desempregados, residentes na freguesia de São Martinho, de “Técnicas e Estratégias de Procura Ativa de Emprego”, tendo em vista facilitar a sua futura inserção no mercado de trabalho, são abordados temas como: Candidatura a Emprego; Formas de Procurar Emprego; Relações Interpessoais; Mercado de trabalho/ Oferta Formativa e Técnicas de Recrutamento e Seleção.

 

Durante este curso para aquisição de competências de empregabilidade, são dinamizados vários aspetos fundamentais, com a particularidade de conciliar a componente teórica com a prática:

  1. Elaboração do Curriculum Vitae e Cartas de Apresentação;
  2. Promoção da autoconfiança e motivação na procura de emprego;
  3. Preparação e treino para entrevistas de trabalho;
  4. Identificação de recursos de apoio à procura de trabalho existentes na comunidade;
  5. Comunicação Verbal e Não-Verbal e Assertividade em contexto profissional.

Tal como o DN avançou a semana passada, o Governo Regional, através do Instituto de Emprego da Madeira, tem encetado uma série de ações de formação dirigidas a desempregados que irão abranger mais de 700 pessoas em situação de desemprego, em parceria com 7 entidades formadoras.

 

Desde o início deste ano, e até à presente data, registaram-se 3 248 (re)integrações no mercado de trabalho de pessoas inscritas no IEM.

 

Augusta Aguiar conclui que “continua a ser preocupação central e objetivo estratégico deste Governo Regional a promoção do emprego e o apoio às empresas para que possam manter os postos de trabalho. O emprego é um dos pilares do nosso desenvolvimento económico e social, pelo que continuaremos a trabalhar no sentido de apoiar os desempregados, através de ações de formação, programas de emprego, e todas as ações que permitam reverter a sua situação e reinseri-los no mercado de trabalho”. 

 

 

 

 


Anexos

Descritores