Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Augusta Aguiar destaca papel social da Casa do Povo de São Roque

Teve lugar no passado dia 1 de outubro, a tomada de posse dos Órgãos Sociais da Casa do Povo de São Roque. Uma instituição que conta já com 16 anos de existência. Na ocasião, esteve presente a Secretária Regional de Inclusão Social e Cidadania, Augusta Aguiar. 02-10-2020 Inclusão Social e Cidadania
Augusta Aguiar destaca papel social da Casa do Povo de São Roque

Desde 2018, esta Casa do Povo adquiriu o estatuto de Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), de forma a alargar ainda mais o seu âmbito de atuação, e poder passar a prestar outras respostas sociais à população da Freguesia de São Roque. Nesse âmbito, em outubro de 2019, a Casa do Povo de São Roque abriu um centro de dia, com capacidade para 50 idosos, que veio dar resposta a um anseio de longa data da população, e que comemora, precisamente este mês, o seu primeiro aniversário.

 

“Os Centros de Dia são, sem dúvida, uma resposta social essencial nos dias de hoje. No dia em que se comemora o Dia Internacional do Idoso, não podia deixar de referir a importância destas estruturas no desafio de proporcionar aos cidadãos mais idosos qualidade de vida e a capacidade para desenvolverem um conjunto de atividades promotoras de um envelhecimento ativo”, afirmou a Secretária Regional.

 

Ainda nesta vertente social, e no contexto da pandemia da COVID-19, Augusta Aguiar sublinhou que a Casa do Povo de São Roque é entidade parceira do Governo Regional na operacionalização do Fundo de Emergência para Apoio Social (FEAS) e do Fundo de Apoio Regional a Organizações Locais (FAROL), destinados ao apoio às famílias em situação de vulnerabilidade social e económica, causada pela pandemia.

 

No que diz respeito ao FEAS, foram já apoiadas financeiramente 219 pessoas da freguesia de São Roque, num total de, aproximadamente, 27 mil euros.

Relativamente ao FAROL, a Casa do Povo de São Roque já apoiou, até à data, 105 famílias, num total de 223 pessoas abrangidas, com a distribuição de 75 cabazes alimentares e 1226 refeições, prevendo-se a continuidade deste apoio até final do ano.

 

“No contexto da pandemia da COVID-19, as Casas do Povo revelaram-se verdadeiras parceiras do Governo Regional na operacionalização de medidas fundamentais de apoio às famílias cujos rendimentos foram afetados neste contexto. Com grande esforço e dedicação, uma vez mais, não baixaram os braços e mostram-se incansáveis nesta missão.

Em nome do Governo Regional, desejo as maiores felicidades e o maior sucesso à direção que hoje toma posse, e agradeço todo o trabalho social, e não só, que têm vindo a desenvolver, em prol da população de São Roque”, concluiu Augusta Aguiar.


Anexos

Descritores