Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

“Centro de Inclusão Social da Madeira é uma infraestrutura pioneira a nível nacional”, destaca Augusta Aguiar

A Secretária Regional de Inclusão Social e Cidadania, Augusta Aguiar, acompanhou hoje a visita da Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, ao Centro de Inclusão Social da Madeira, que engloba um conjunto de respostas sociais destinadas à pessoa com deficiência. 17-05-2021 Inclusão Social e Cidadania
“Centro de Inclusão Social da Madeira é uma infraestrutura pioneira a nível nacional”, destaca Augusta Aguiar

Esta infraestrutura está implantada numa área com cerca de 9433 m2 e tem uma capacidade de resposta para 200 utentes, nas mais variadas tipologias. É dotada de elevadas condições de acolhimento, para além de zonas verdes, de lazer e desportivas comuns a toda a infraestrutura.

 

Entre as diversas respostas sociais disponibilizadas, encontram-se o Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) do Funchal, o Centro de Apoio à Deficiência Profunda e o Lar Residencial, parte integrante da instalação, juntando assim várias valências de apoio à pessoa com deficiência numa só infraestrutura. Os utentes dos restantes 9 Centros de Atividades Ocupacionais da Região podem também usufruir das instalações do Centro de Inclusão Social da Madeira.

 

Entre as diversas soluções terapêuticas disponibilizadas aos utentes, encontram-se a Sala Snoezelen, o Tanque Terapêutico e o apartamento de treino de autonomização para a vida diária.

 

Na ocasião, Augusta Aguiar destacou que “o Centro de Inclusão Social da Madeira é uma infraestrutura pioneira a nível nacional por agregar, numa só instalação, diversas respostas sociais de apoio à pessoa com deficiência, o que permite trazer uma maior qualidade de vida e bem-estar aos utentes, e facilitar o trabalho dos profissionais que, diariamente, dão o seu melhor em prol do desenvolvimento funcional e integral de competências das pessoas com deficiência, numa perspetiva de inclusão, capacitação, reabilitação e terapêutica. O Governo Regional continuará a trabalhar continuamente para atingir um dos seus objetivos estratégicos: Proteger, acompanhar e inserir as pessoas com deficiência.”


Anexos

Descritores