Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Governo Regional apoiou desempregados na criação de 55 empresas

Desde o início do ano, o Governo Regional, através do Instituto de Emprego da Madeira (IEM), já proporcionou a criação de 55 novas empresas no âmbito do Programa de Estímulo ao Empreendedorismo de Desempregados (PEED), o que permitiu a criação de 94 novos postos de trabalho. 12-12-2019 Inclusão Social e Cidadania
Governo Regional apoiou desempregados na criação de 55 empresas

É no seguimento desta medida que Augusta Aguiar, Secretária Regional com a tutela do Emprego, recebeu, na terça-feira passada, 10 de dezembro, no auditório da Secretaria Regional de Inclusão Social e Cidadania, nove empreendedores que viram os seus projetos aprovados pelo Instituto de Emprego da Madeira (IEM). Estes projetos correspondem a um montante global de apoio por parte do Governo Regional, na ordem dos 139 mil euros.

Augusta Aguiar explicou que, desde o início do ano, o Governo Regional, através do IEM,  investiu um montante total de apoio de cerca de um milhão de euros para a criação destas empresas, através do programa PEED: “Uma das medidas mais importantes do Governo Regional posta em prática pelo Instituto de Emprego da Madeira, e um dos objetivos estratégicos do Programa de Governo, na prevenção e combate ao desemprego, potenciando a criação de novos postos de trabalho”.

 

O Governo Regional procura assim criar mais condições que facilitem, por um lado, a inserção ou reinserção no mercado de trabalho de desempregados que apresentem um projeto de negócio viável e, por outro, incentivar e apoiar financeiramente a criação dos postos de trabalho necessários ao desenvolvimento e execução dos respetivos projetos.

 

Governo Regional vai reforçar apoios financeiros destinados ao Programa de Estímulo ao Empreendedorismo de Desempregados

 

A Secretária Regional com a tutela do emprego realçou ainda que “o Programa de Estímulo ao Empreendedorismo de Desempregados se encontra em fase de revisão, com o objetivo de reforçar os apoios financeiros a desempregados com espírito empreendedor e de revitalizar e dinamizar o tecido empresarial, através da criação de novas empresas”.

 

Estas revisões incluem majorações à criação de postos de trabalho de desempregados de difícil colocação; incentivos à criação de empregos no âmbito da economia azul, verde e/ou circular e em empresas sediadas nos concelhos com menor densidade populacional; no aumento do valor do apoio respeitante a algumas das despesas elegíveis; na possibilidade dos promotores frequentarem um curso de formação na área de gestão e na simplificação do processo de pagamento ao empreendedor.

 

No final da cerimónia, Augusta Aguiar felicitou os empreendedores e empreendedoras pelos novos projetos, em áreas tão variadas como a restauração, animação turística, design, entre outras. Relembrou ainda que a oportunidade de estabelecerem entre si redes de contacto, divulgarem os seus negócios e criarem sinergias entre os mesmos, é um passo fundamental para o sucesso dos mesmos.


Anexos

Descritores