Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

“A nossa aquicultura é de ponta”

O secretário regional de Mar e Pescas considerou “interessante” que um país da dimensão da Rússia “manifeste interesse e curiosidade em saber o que faz uma Ilha pequena como a Madeira”, em matéria de investigação nas áreas das pescas e aquicultura. 23-11-2021 Mar e Pescas
“A nossa aquicultura é de ponta”

Teófilo Cunha recebeu o embaixador da Rússia em Lisboa, Mikhail Kamynin, no Centro de Maricultura da Calheta, onde o responsável pelo Centro, Carlos Andrade, explicou o projeto desde a sua fundação, e a diretora regional do Mar, Mafalda Freitas, fez referência aos projetos de investigação.

 

Nesta deslocação à Madeira, o diplomata faz-se acompanhar da embaixatriz, Svetlana Kamynina, de Zaurbek Makaev, Terceiro Secretário, de Bruno Valverde Cota, Cônsul Honorário da Federação da Rússia no Algarve e Presidente da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Russa, e Ana Filipa Ferreira, diretora da Invest Madeira.

 

A deslocação à Região foi organizada pela secretaria regional da Economia, através da Invest Madeira e, para além de visitas a áreas económicas com potencial interesse dos russos para o negócio, será assinado um protocolo de cooperação entre o Governo Regional e a Câmara de Comércio e Indústria Luso-Russa.

 

“Todos os que querem conhecer o que de bom se faz na Madeira, são bem-vindos”, afirmou o secretário regional de Mar e Pescas, para acrescentar: “Somos uma ilha pequena no meio do Atlântico, mas a Rússia entende que podemos ser uma mais-valia na área da aquicultura, e para quem continua com dúvida sobre esta questão, o que digo é contra factos não há argumentos e que a nossa aquicultura é de ponta.”

 

O embaixador da Rússia em Lisboa, Mikhail Kamynin, revelou-se interessado no processo regional de produção de peixe em cativeiro, apesar de a Rússia ser um dos grandes produtores, e também nas áreas da investigação nas pescas e aquicultura.

 

“Regresso a Lisboa com muito melhor informação sobre o trabalho do Centro (de Maricultura)”, revelou. “Existe neste momento um bom relacionamento político e diplomático (entre Portugal e a Rússia) que permite estabelecer este tipo de contactos entre empresários portugueses e russos”.


Anexos

Descritores