Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Secretário do Mar e diretora regional enaltecem qualidade do trabalho científico do Centro de Ciências do Mar

A investigação a partir de uma abordagem “integradora e holística” que é desenvolvida pelo Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE), mereceu as melhores referências do secretário regional de Mar e Pescas, Teófilo Cunha, e da diretora regional do Mar, Mafalda Freitas 15-07-2020 Mar e Pescas
Secretário do Mar e diretora regional enaltecem qualidade do trabalho científico do Centro de Ciências do Mar

A investigação a partir de uma abordagem “integradora e holística” que é desenvolvida pelo Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE), mereceu as melhores referências do secretário regional de Mar e Pescas, Teófilo Cunha, e da diretora regional do Mar, Mafalda Freitas, no final de uma visita que ambos realizaram às instalações daquele Centro, instalado na Quinta do Lorde Marina, no Caniçal.


A expressão territorial da investigação científica, desenvolvimento tecnológico e inovação da responsabilidade do MARE, com implantação nacional, a grande diversidade de valências e a capacidade de meios para o desenvolvimento das suas atividades de investigação orientadas para os problemas e desafios da sociedade, em estreita colaboração com outros centros de investigação nacionais e internacionais, permitem ao secretário regional de Mar e Pescas concluir que “a Madeira está no bom caminho”.


Teófilo Cunha realça a “qualidade do trabalho científico que o MARE realiza”, o “excelente quadro de investigadores que possui”, contando com 17 investigadores, e também a credibilidade das parecerias nacionais e internacionais.


O lixo marinho, as espécies não indígenas e a biodiversidade, são o “core” da investigação na Região.  O trabalho científico do MARE contabiliza já 38 publicações nas revistas nacionais e internacionais da especialidade.


O MARE é um Centro multipolar, constituído por sete polos, seis em instituições de ensino superior portuguesas [Universidade de Coimbra (MARE-UCoimbra), Instituto Politécnico de Leiria (MARE-IPLeiria), Universidade de Lisboa (MARE-ULisboa), Universidade Nova de Lisboa (MARE-NOVA), ISPA - Instituto Universitário (MARE-ISPA), e Universidade de Évora (MARE-UÉvora), e um no arquipélago da Madeira (MARE-Madeira).

O MARE tem competências técnicas e científicas para abordar todos os ecossistemas aquáticos, incluindo bacias hidrográficas e áreas adjacentes, estuários, ecossistemas marinhos costeiros e oceânicos.


Anexos

Descritores