Madeira tem de antecipar respostas

Pedro Ramos abordou um dos maiores desafios do envelhecimento, a demência, no âmbito da conferência promovida pela Alzheimer Portugal, no Funchal. 22-09-2017 Saúde
Madeira tem de antecipar respostas “A Madeira tem de ser capaz de antecipar as respostas aos desafios que o envelhecimento coloca à governação e aproveitar as potencialidades que o idoso representa para cada família, comunidade e para o próprio crescimento económico” isto mesmo afirmou o secretário regional da Saúde, Pedro Ramos na sessão de abertura da conferência promovida pela delegação regional da Alzheimer Portugal no auditório da Casa de Saúde Câmara Pestana sobre um dos maiores desafios do envelhecimento, como as demências.  

Pedro Ramos lembrou as estimativas de envelhecimento na população madeirense e as respostas diferenciadas que os serviços públicos terão que estar preparados para dar aos problemas associados a este processo biológico, nomeadamente a doença de Alzheimer, a forma mais comum de demência entre os idosos. 
Todavia, afirmou: “os serviços públicos de saúde serão chamados a melhorar as suas respostas, mas não podem atuar sozinhos. É essencial este papel da sociedade, das associações, das casas de saúde no apoio aos doentes e às famílias”, elogiando o papel da associação Alzheimer Portugal no apoio aos doentes e às famílias.


Anexos

Descritores