Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Proteção Civil promove formação em “Condução Defensiva de Ambulância”

O Serviço Regional de Proteção Civil, IP-RAM, tem vindo a alargar a preparação dos Corpos de Bombeiros da RAM nas mais distintas valências, visando a melhor capacitação dos elementos na plenitude das suas funções.  05-10-2021 Saúde e Proteção Civil
Proteção Civil promove formação em “Condução Defensiva de Ambulância”

O Secretário Regional de Saúde e Proteção Civil, Pedro Ramos, participou, no arranque dos trabalhos formativos no dia 05 de outubro, organizado pelo Serviço Regional de Proteção Civil, com o objetivo de dotar os participantes de técnicas de condução de veículos prioritários para dar resposta a necessidades e imprevistos,  cada vez mais frequentes, no dia a dia, ao nível de tráfego automóvel. A formação teórico-prática subordinada: “Condução defensiva de ambulância”, decorre de 04 a 08 de outubro, nas instalações do Parque desportivo de Água de Pena, Machico.

 

O Serviço Regional de Proteção Civil, IP-RAM, tem vindo a alargar a preparação dos Corpos de Bombeiros da RAM nas mais distintas valências, visando a melhor capacitação dos elementos na plenitude das suas funções. 

 

Para tal, os participantes irão frequentar diversos módulos formativos de componente teórica e prática com formação em contexto real na via pública, dotando-os com técnicas de condução de veículos prioritários para dar resposta a necessidades, cada vez maiores, que lhes são solicitadas pela sociedade atual, sempre com segurança, rapidez e eficácia que caracterizam qualquer das suas atuações.

 

O atual tráfego automóvel, o excesso de velocidade e as ultrapassagens/manobras perigosas dificultam a rapidez e a mobilidade dos veículos prioritários necessários para acudir aos locais de sinistro, facto que implica uma adequação da condução de veículos prioritários.

 

A formação implementada ocorre ao abrigo de uma candidatura aprovada ao Programa Operacional da Região Autónoma da Madeira, MADEIRA 14-20.