Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

“Qualidade para cuidar, qualidade para tratar, qualidade para humanizar”

A primeira unidade de cuidados paliativos acreditada com nível internacional foi a do Serviço de Saúde da Região. 11-02-2017 Saúde e Proteção Civil
“Qualidade para cuidar, qualidade para tratar, qualidade para humanizar”

O Dia Mundial do Doente foi assinalado no dia 11 de Fevereiro, no Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira, com a cerimónia de acreditação da qualidade pela Direcção Geral de Saúde de 10 serviços.

Esta cerimónia, contou com a presença do diretor-geral de Saúde, Francisco George que considerou que “temos motivos acrescidos para estarmos orgulhosos, sublinhando o fato, de entre os 10 serviços acreditados, estar a primeira unidade de cuidados paliativos do país acreditada com nível internacional.

O modelo de acreditação adoptado pelo SESARAM, está baseado no modelo ACSA da Agência de Qualidade Sanitária de Andaluzia, adotado pela União Europeia e cujo diretor também fez questão de estar presente.

O secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, afirmou, por seu lado, que está acreditação acontece no Dia Mundial do Doente, porque a mensagem para a população madeirense é a de que podem confiar no serviço regional de saúde.

“Esta acreditação significa que  “à nossa instituição, auditada por agentes externos, foi-lhe conferida  qualidade, qualidade para cuidar, qualidade para tratar, qualidade para humanizar", realçou Pedro Ramos.

A acreditação global do SESARAM é o objetivo final, estando em curso a acreditação de mais 4 serviços: serviço de cirurgia, serviço de Urgência, serviço de cardiologia, serviço de sangue e de  medicina transfusional.