Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Madeira deverá aplicar o que for decidido no Continente para o pagamento das horas extras

Pagamento das horas extras a 100 por cento é um compromisso do Ministério da Saúde para com os profissionais de saúde e Pedro Ramos vai aplicar as orientações que forem decididas a nível nacional 15-02-2017 Saúde e Proteção Civil
Madeira deverá aplicar o que for decidido no Continente para o pagamento das horas extras

O pagamento das horas extraordinárias aos profissionais de saúde a 100 por cento é uma das negociações em curso entre o sindicato dos médicos e o Ministério da Saúde e um tema que esteve em cima da mesa, no encontro de trabalho que teve lugar esta semana entre o secretário regional da Saúde, Pedro Ramos  e o sindicato dos médicos.

Pedro Ramos garantiu que o for decidido a nível nacional terá de ser aplicado na Região.

“Não sabemos o que vai estar decidido, a única coisa que sabemos é que há um acordo entre o Sindicato e o Ministério da Saúde, acerca de um Decreto-Lei que estava posto de parte e que, em princípio, vai ser readmitido - o D.L 62/79 - e vamos ver, depois, quais são as orientações", disse.


Anexos

Descritores