Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Governo enaltece papel dos psicólogos e garante reforço destes profissionais no Serviço de Saúde

“Queremos chegar mais rápido e mais cedo às pessoas com problemas de saúde mental” afirmou o secretário regional da Saúde 21-02-2018 Saúde e Proteção Civil
Governo enaltece papel dos psicólogos e garante reforço destes profissionais no Serviço de Saúde O secretário regional da Saúde, Pedro Ramos defendeu hoje, no âmbito da sessão de abertura do Congresso Regional dos Psicológos, a importância destes profissionais para a política de saúde do Governo Regional da Madeira e anunciou o reforço de psicólogos no Serviço de Saúde.
Na oportunidade Pedro Ramos lembrou o papel destes técnicos de saúde nas várias situações de excepção, no apoio às vítimas e seus familiares e enalteceu o empenho, a dedicação, a motivação com que desempenham a sua atividade diariamente. 
Na sua intervenção o secretário da tutela lembrou o protocolo assinado no ano passado com a Ordem dos Psicológos que permitiu a realização de estágios profissionais, tendo sido a primeira entidade pública do país a fazê-lo. Pedro Ramos explicou que desde 2011 que a realização destes estágios está “bloqueada” nos serviços públicos de saúde,  fruto de uma legislação que obrigava à remuneração dos estágios.  “A Madeira teve assim o condão de alterar esta situação, dando um impulso para que se forme uma nova geração de psicólogos. Percebemos a importância que estes estágios têm na formação prática destes técnicos de saúde ao permitirem um melhor e maior contato dos profissionais com a realidade e com as necessidades da população” disse o secretário regional da Saúde.
Pedro Ramos quer os psicólogos mais próximos da população e por isso referiu a importância do seu trabalho nos centros de saúde da Região, na promoção da saúde mental, prevenção, tratamento e reabilitação das perturbações mentais. “Queremos chegar mais rápido e mais cedo às pessoas com problemas de saúde mental” afirmou.


Anexos

Descritores