Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Autoridade de Saúde apela à vacinação contra a gripe nos Centros de Saúde

Importa reforçar que para esta segunda fase da campanha de vacinação estão abrangidas todas as pessoas com idade igual ou superior aos 65 anos de idade, gratuitamente, bem como doentes crónicos, entre outros. 19-10-2020 Saúde e Proteção Civil
Autoridade de Saúde apela à vacinação contra a gripe nos Centros de Saúde

O presidente do Instituto de Administração da Saúde, Herberto Jesus, deslocou-se, hoje, 19 de outubro, ao Centro de Saúde de Santo António, com o objetivo de se inteirar do nível de adesão da população à campanha de vacinação contra a gripe.

Herberto Jesus reforçou que as vacinas contra a gripe são gratuitas e estão disponíveis nos Centros de Saúde da Região Autónoma da Madeira. “As vacinas contra a gripe são gratuitas e estão disponíveis para a população no centro de saúde da área de residência. Para tal basta programar a sua ida ao centro de saúde e no mesmo dia poderá fazer a sua vacina contra a gripe, em segurança e de forma célere”.

Depois da ação de vacinação, a Autoridade Regional de Saúde relembrou que para este ano, o Governo Regional adquiriu 56 mil vacinas, um investimento na ordem dos 460 mil euros, um aumento de 40% em relação ao ano passado”, disse.

Importa reforçar que para esta segunda fase da campanha de vacinação estão abrangidas todas as pessoas com idade igual ou superior aos 65 anos de idade, gratuitamente, bem como doentes crónicos, entre outros. O objetivo é vacinar todas as pessoas que pertençam aos grupos de risco.

A campanha está no terreno desde o dia 28 de setembro e já permitiu vacinar milhares de pessoas, na sua maioria foram profissionais da área da saúde, da proteção civil, do social e grávidas.

Para levar a cabo esta missão de reforçar a cobertura vacinal contra a gripe na região, numa época marcada pela pandemia COVID-19, os centros de saúde vão disponibilizar equipas com profissionais de saúde dedicadas à sua administração e irão disponibilizar horários flexíveis à população para assegurar a vacinação.