Festival da Natureza confirma atractividade, com novas apostas a esgotarem a procura

700 participantes em 5 dias 08-10-2018 Secretaria Regional do Turismo e Cultura
Festival da Natureza confirma atractividade, com novas apostas a esgotarem a procura Foi em alta que o Festival da Natureza 2018 chegou ao fim, neste domingo, depois de cinco dias de grande animação, aventura e adrenalina, vividos um pouco por toda a Região, em 8 dos seus 11 concelhos.
No total, mais de 700 participantes vivenciaram o que de melhor a Madeira tem para oferecer, numa grande festa em homenagem à natureza, «um dos principais ativos do destino», conforme sublinhou a Secretária Regional do Turismo e Cultura, Paula Cabaço, que, presente no Concerto de Encerramento do Festival, mostrou-se extremamente satisfeita com a sua realização, numa organização cujo sucesso «fica a dever-se ao extraordinário empenho e profissionalismo de toda a equipa da Direção Regional do Turismo, das Empresas de Animação que nos acompanharam e dos parceiros que se associaram a nós, nomeadamente a Madeira Rural - Associação de Turismo em Espaço Rural na Madeira, a Associação Regional de Vela da Madeira, a Universidade da Madeira, o Instituto das Florestas e Conservação da Natureza e a APRAM, S.A., bem como dos agentes do setor que divulgaram e mobilizaram os seus turistas para esta iniciativa”.
Aliás, referiu, “alguns dos turistas inscritos nas atividades confirmaram-nos o seu interesse por este tipo de experiências e afirmaram-nos que estavam a repetir as atividades de edições anteriores por encontrarem, neste Festival, a oportunidade de viver o destino de forma ativa e com muitas escolhas em simultâneo”.
Conforme salientou a governante e paralelamente à procura registada pelas atividades tradicionais que, anualmente, se disponibilizam neste Festival – como por exemplo os passeios nas Levadas e Veredas ou a o mergulho, entre outras – «as novas apostas introduzidas, este ano, no Programa, conseguiram surpreender e cativar os participantes, esgotando na sua procura e, inclusive, levando a que mais vagas fossem abertas». Foi o caso das experiências ligadas ao Jeep Tour – que tanto em Câmara de Lobos, como no Pico do Areeiro e nos Sunsets, envolveram 107 participantes – e do Coasteering – que esgotou a sua procura, com 40 participantes – ou dos passeios em Catamaran – com 70 participantes, entre outros exemplos.
No total das 23 atividades que foram disponibilizadas, prossegue Paula Cabaço, «também se destacou, ao nível da procura, o Canyonnig (nível 1 e 2), que no total abrangeu cerca de 70 participantes, ao longo destes dias».
Será também de destacar a aposta de sucesso que foi a implementação do “Dia da Serra” (levado a cabo, ontem, no Montado do Pereiro) e do “Dia do Mar” (concretizado, neste domingo, junto ao Centro Náutico de São Lazaro), que esgotaram na sua procura.
«Só neste fim-de-semana, primeiro na montanha e depois no mar, tivemos cerca de 300 pessoas envolvidas nas atividades e no Concerto Ecomusicalis desenvolvido no Fanal, o que realmente confirma não apenas a atratividade deste cartaz mas, também, a importância de apostarmos, cada vez mais, neste tipo de eventos que, afirmando a Madeira como destino de turismo ativo, valorizam o nosso património natural e servem para complementar a nossa oferta de animação turística, enriquecendo-a através do que realmente nos distingue dos demais: uma natureza com muito para descobrir e experienciar, ao longo de todo o ano», concluiu a Secretária Regional do Turismo e Cultura.

Anexos

Descritores