Porto Santo acolhe Festival Colombo com “casa-cheia”

Cartaz regressa à Ilha Dourada entre os dias 13 e 15 de setembro 04-09-2018 Secretaria Regional do Turismo e Cultura
Porto Santo acolhe Festival Colombo com “casa-cheia” A ilha do Porto Santo preparara-se para acolher, na próxima semana e com “casa-cheia”, mais uma edição do Festival Colombo. Durante 3 dias, entre 13 e 15 de setembro, a Vila Baleira transforma-se numa cidade medieval para homenagear Cristóvão Colombo, vestindo-se a rigor e cumprindo a tradição, com muita animação à mistura, entre as 19.30 e as 00.00 horas, visando surpreender os residentes mas, também, os muitos turistas presentes, com a ocupação hoteleira a rondar os 95% - a melhor até agora registada por altura deste cartaz.
Pormenores avançados, esta tarde, pela Secretária Regional do Turismo e Cultura, Paula Cabaço, na conferência de apresentação do programa que, pela primeira vez, se fez na Ilha, concretamente na Casa-Museu Colombo. 
Governante que aproveitou a ocasião para sublinhar a “crescente consolidação deste cartaz, resultante do investimento que tem vindo a ser feito, pelo Governo Regional mas, também, do cada vez maior envolvimento da população e, concretamente, da comunidade escolar que, inclusive, aumentou este ano o seu número de participantes no Festival”.
Aludindo ao programa propriamente dito, Paula Cabaço destacou as atuações teatrais e musicais, as arruadas e os espetáculos de Saltimbancos, Acrobatas e Malabaristas, assim como os inúmeros espetáculos de malabares de fogo, dança persa e música da época, a cargo da Companhia Vivarte.
Destacou, igualmente, a decoração cénica das ruas e o artesanato e a gastronomia típica da época que, mais uma vez, marcam presença na tradicional Feira Quinhentista.
Como ponto alto do Festival, mantém-se, a 13 de setembro, a partir das 20.00 horas, o Desembarque de Cristóvão Colombo, seguido de Cortejo Histórico pelas principais ruas da cidade.
Mantêm-se, igualmente, as atividades vocacionadas para o público mais jovem – o Castelo dos Petizes e o dos Infantes – espaços onde será reproduzido o mercado quinhentista, com tendas e bancas, jogos de destreza e espetáculos para as crianças.
Também ao nível da oferta cultural, Paula Cabaço destacou o programa de ação que foi preparado pela Casa-Museu Colombo para os mais novos, programa que terá lugar nas manhãs dos dias 13 e 15 de setembro, tendo como tema central Cristóvão Colombo e as suas viagens.
Refira-se, por fim, que o investimento neste Festival é semelhante ao do ano passado, a rondar os 127 mil euros.

Anexos

Descritores