Fomento da Fruticultura na Madeira, de Joaquim Vieira Natividade

Auditório da Casa-Museu Frederico de Freitas 21-11-2018 Secretaria Regional do Turismo e Cultura
Fomento da Fruticultura na Madeira, de Joaquim Vieira Natividade

A Secretaria Regional do Turismo e Cultura, através da Direção Regional da Cultura, leva a efeito, nesta quinta-feira, dia 22 de novembro, pelas 18.00 horas, no Auditório da Casa-Museu Frederico de Freitas, a Apresentação Pública do livro Fomento da Fruticultura na Madeira.

A obra, com Prefácio de Joaquim Leça, reproduz, aqui e ali, corrigido, o importante texto da primeira edição, de 1947, da autoria do Engenheiro Agrónomo e Silvicultor Joaquim Vieira Natividade (1899-1968).

Ilustre investigador e professor Catedrático do Instituto Superior de Agronomia (Lisboa) - tendo publicado c. de 320 trabalhos, entre livros, artigos, lições e conferências, relatórios e outros textos ligados às suas inúmeras atividades colaterais - Vieira Natividade foi um grande agrónomo e silvicultor, investigador, conferencista e publicista notável.

Com a 1ª edição da responsabilidade da ‘Junta Nacional das Frutas e do Grémio dos Exportadores de Frutos e Produtos Hortícolas da Ilha da Madeira’, o livro que agora se reedita, Fomento da Fruticultura na Madeira, é um tratado fundamental sobre a matéria em causa, com 219 páginas, 88 fotografias do Autor, redigitalizadas, e uma Carta Agrícola da Ilha da Madeira em extra-texto, obra que constituiu um marco na agricultura madeirense.

Para além de não ter perdido atualidade, a despeito das suas sete décadas de existência, o livro que agora se reedita, Fomento da Fruticultura na Madeira, contém, nas palavras do prefaciador (Joaquim Leça), “informação agronómica de inestimável valor nos campos de estudo da fruticultura de clima temperado, subtropical e tropical da Madeira e do Porto Santo, continuando surpreendentemente atual e comprovando assim o espírito visionário deste insigne Agrónomo.”

A presente reimpressão, que homenageia o Autor, que apreciou o nosso Arquipélago como poucos, para além de lembrar as raízes ‘agrícolas’ da palavra e da noção de ‘cultura’, enriquece sobremaneira o catálogo editorial DRC – Serviço de Publicações (e com chancela 600 Anos), inaugurando uma  nova coleção, justamente intitulada ‘Arquipélago Madeira’, e na qual se reeditarão, entre outros, livros como ‘Peixes da Madeira’ (de Adão de Abreu Nunes) ou a ‘Ilha da Madeira Até Meados do Séc. XX’, de Orlando Ribeiro.

A obra será apresentada por Joaquim Leça, da Direção Regional da Agricultura, e prefaciador da edição que agora se disponibiliza ao público em geral e bem assim aos agrónomos e outros especialistas.


Anexos

Descritores