Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.

Afirmação do destino «só tem a ganhar com estas iniciativas»

Bordado Madeira leva o nome da Região aos quatro cantos do mundo 09-02-2019 Secretaria Regional do Turismo e Cultura
Afirmação do destino «só tem a ganhar com estas iniciativas»

A Secretária Regional do Turismo e Cultura, Paula Cabaço, marcou ontem presença, em representação do Governo Regional, na abertura do Evento “Bordados com Engenho”, que teve lugar no edifício da Sociedade dos Engenhos da Calheta. 
Uma iniciativa que fez questão de enaltecer, atendendo à sua dimensão e propósito: «à promoção do Bordado, neste local que também é marca da nossa história e identidade, associamos uma homenagem simbólica, mais do que merecida, às nossas Bordadeiras. A quem, com conhecimento e empenho mas, sobretudo, com vontade, mantém viva esta arte, entre nós», disse, na ocasião, Paula Cabaço, mostrando-se altamente satisfeita com esta ação e com o envolvimento da população local na sua realização.
«Numa Região turística como a nossa e num concelho que se tem vindo a afirmar, cada vez mais, nesta atividade e na sua oferta aos visitantes, ter uma Exposição como esta, que alia a história e a tradição do Bordado a um local também ligado às nossas origens – concretamente ao cultivo e transformação da cana-de-açúcar – é uma feliz combinação de dois produtos autênticos que vem reforçar, sem dúvida, a maior diferenciação do nosso destino», disse a governante, na ocasião, agradecendo à Câmara Municipal da Calheta, à Empresa Bordal e à Sociedade dos Engenhos da Calheta pela aposta neste tipo de eventos.
Referindo-se, concretamente, ao Bordado Madeira, «uma arte que leva o nome da Região aos quatro cantos do mundo», Paula Cabaço fez questão de sublinhar a importância «de ser dar a conhecer, tanto aos residentes quantos aos turistas, o seu processo produtivo, pois é desse conhecimento que também depende a sua maior e necessária valorização».
«É na base destes ativos turísticos, fortemente ligados à nossa matriz identitária, que a Madeira se afirma no mercado, pela diferença», concluiu.


Anexos

Descritores