Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Eduardo Jesus considera a “Quinta dos Artistas” uma expressão prática da nossa estratégia

O Secretário Regional de Turismo e Cultura visitou a "Quinta dos Artistas", um projeto da família Bretterbauer implantado no alto de Santa Cruz, composto por quatro casas e 12 quartos, que abriu em fevereiro de 2018. Um empreendimento que trabalha sobretudo com o mercado austríaco e alemão e que tem um índice de fidelidade bastante elevado. 29-03-2021 Turismo e Cultura
Eduardo Jesus considera a “Quinta dos Artistas” uma expressão prática da nossa estratégia

Eduardo Jesus refere que “representa um investimento realizado na Madeira por uma família austríaca que encontrou na Região o lugar certo não só para promover esse empreendimento como para viver”. Sublinha que se trata de uma unidade com caraterísticas especiais porque “tem presente uma consciência ambiental muito afirmada, à qual associa o bem-estar das pessoas e ainda uma terceira valência que tem a ver com a cultura”.

Reforça que na unidade “encontramos a comungar entre si espaços de lazer, de bem-estar, meditação, Yoga, e contacto com a natureza, que é permanente, ao que aliam a promoção de um conjunto de iniciativas de fruição da montanha”.

Além disso, o governante aponta a forte ligação agrícola do projeto na medida em que “ali se produz uma quantidade de produtos, sob o regime de produção biológica, utilizados pelos hóspedes”.

 

Na vertente cultural, Eduardo Jesus acentua que a Quinta dos Artistas “traz à Madeira uma oferta perfeitamente singular, não só pela sua presença na decoração e em toda a filosofia do empreendimento, onde a arte é bem evidente, mas também porque na dimensão musical investiram fortemente, promovendo a reconversão de um espaço que ali existia num estúdio do mais avançado que existe no mundo”. Acentua que esta componente musical “permite que se desloquem à Madeira artistas de renome que, no anonimato, aqui chegam para gravarem as suas músicas e outros trabalhos, feitos num estúdio de ponta, com a tecnologia mais avançada, salientando o enorme benefício que permite à Região a notável rede de contactos que os promotores têm nesta área”.

Por isso, evidencia que a Madeira, com a Quinta dos Artistas, “além de aprofundar o posicionamento que é defendido para a Região Autónoma da Madeira com uma perfeita fusão da consciência ambiental, com o bem-estar das pessoas e com arte de bem receber, constata que a dimensão cultural aparece aqui de uma forma tão natural, assumindo-se o centro da visão dos investidores. Não se encontra a fronteira entre uma coisa e outra. Esta dimensão apresenta-se de várias formas: pela arte e pela vertente musical, onde a oferta de um serviço considerado internacionalmente tem merecido a preferência também de artistas reconhecidos internacionalmente”.

 

Propor áreas de trabalho

 

Mais refere Eduardo Jesus que, da visita que efetuou ao empreendimento, “foi possível propor algumas áreas de trabalho juntamente com estes promotores no sentido de potenciar a existência desta oferta, associando-a à promoção da Madeira e fazendo com que aqueles que cá vêm sejam mensageiros da divulgação do destino”.

Daí expressar não ter dúvidas de que “se abrem aqui portas interessantes para um trabalho que desejamos profícuo e, acima de tudo, extremamente qualificado sob o ponto de vista da substância, uma vez que combina, de forma perfeita, aquilo que entendemos que são os atributos da Região em relação à sua vantagem competitiva com outros destinos de todo o mundo. Temos aqui presentes as dimensões da sustentabilidade, a ambiental, a cultural e igualmente uma focagem muito grande no bem-estar das pessoas que nos visitam”.

A concluir, o Secretário Regional de Turismo e Cultura diz: “Estamos em crer que é um projeto de referência resultante de um investimento familiar estrangeiro, que representa bastante para a Madeira e que deixa um enorme contributo porque constitui uma expressão prática da estratégia que temos definido para este arquipélago”.


Anexos

Descritores