Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Eduardo Jesus: "Temos sempre as portas abertas para projetos no âmbito da Cultura"

“O Governo Regional tem sempre as portas abertas para analisar quaisquer projetos no âmbito da Cultura que tenham qualidade, sejam inovadores, que envolvam as pessoas e que cheguem à população”. Quem o disse hoje foi o Secretário regional de Turismo e Cultura na apresentação do projeto “d’Ká (se cria, se faz)!”, promovido pela Gera – Produções de Eventos, e que conta com o apoio da Secretaria Regional de Turismo e Cultura, através da Direção Regional da Cultura. 10-04-2021 Turismo e Cultura
Eduardo Jesus: "Temos sempre as portas abertas para projetos no âmbito da Cultura"

Trata-se de uma iniciativa que dá voz a projetos originais de talentos madeirenses e que resultou em 8 produções musicais com 34 músicos que apresentam as suas criações e falam igualmente do seu percurso e opções musicais.

Eduardo Jesus agradeceu a toda a equipa envolvida, liderada por Jorge Conduto, e aos artistas que, “mais uma vez, se adaptaram a estas circunstâncias” e deixou claro que o Governo Regional “está sempre presente para vos apoiar nesta fase de grande exigência”.

Acentuou que “para o Governo Regional não é um favor apoiar esta e outras iniciativas. Este envolvimento é entendido como um investimento para a população e para o seu próprio enriquecimento. É nessa perspetiva que devemos sempre olhar para a cultura e não a entender como uma despesa. É um investimento para o presente e para o futuro. Se olharmos para História, esta, prova exatamente isso”.

No caso concreto do projeto “d’Ká (se cria, se faz)!” referiu que “constitui um momento relevante que permite, tal como noutras iniciativas que temos desenvolvido, desde o início da pandemia, que os profissionais da cultura concretizem aquilo que mais gostam de fazer”.

Eduardo Jesus complementou que, mesmo tendo em atenção as limitações que existem em qualquer parte do mundo, no caso concreto da Região Autónoma da Madeira, “foram inúmeras as iniciativas que a Direção Regional da Cultura promoveu durante esta pandemia, procurando criar sistematicamente oportunidades aos profissionais da cultura”.

“Foram experiências que, tal como esta, provam que temos uma enorme capacidade de adaptação e de reinvenção. E isto é Cultura. Demonstra cabalmente a nossa resiliência, e, acima de tudo, a nossa resistência a esta restrição que atravessamos”, referiu.

O Secretário Regional de Turismo e Cultura disse igualmente que uma das áreas onde tem sido mais visível o efeito da autonomia na RAM é exatamente na área da cultura, “pela liberdade que passou a existir, pelo espaço que proporcionou, pela criatividade e criação que permitiu e devido às oportunidades que potenciou. Hoje, termos esta riqueza extraordinária da nossa oferta cultural é uma manifestação da evolução desta terra e das suas gentes”.


Anexos

Descritores