Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

MEM comprou mais de 200 peças a artesãos madeirenses em 2020

A Secretaria Regional de Turismo e Cultura, através do Museu Etnográfico da Madeira (MEM), adquiriu em 2020 mais de 200 peças a artesãos madeirenses, inserido no projeto “Artesanato Madeirense - Valorize, Compre o que é Nosso”. 11-04-2021 Turismo e Cultura
MEM comprou mais de 200 peças a artesãos madeirenses em 2020

Lançada o ano passado como uma das atividades dinamizadoras do MEM durante a pandemia, a iniciativa saiu reforçada com a intenção do Secretário regional de Turismo e Cultura para que fossem compradas peças únicas trabalhadas por mãos habilidosas com o intuito de enriquecer ainda mais a oferta museológica. E não só o projeto foi muito abrangente como recebeu luz verde de Eduardo Jesus para que o Museu Etnográfico da Madeira desse continuidade ao que havia sido iniciado no ano anterior. Por isso mesmo, mantém-se o relacionamento de artesãos e a aquisição de peças para o acervo do museu, tendo já sido estabelecidos vários contatos nesse sentido. Como consequência, foram encomendadas peças e iniciados os processos de aquisição.

Em relação às 201 peças adquiridas pelo MEM o ano passado por 6.800€ a 14 artesãos madeirenses, o Secretário Regional teve oportunidade de as ver durante uma visita ao Museus localizado na Ribeira Brava, e sublinhou a importância de valorizar o conhecimento e o “know-how” dos artíficies que “construíram preciosos testemunhos do nosso património cultural”. 

Eduardo Jesus referiu que a iniciativa “mostra bem a capacidade do Museu Etnográfico da Madeira de prosseguir a sua missão, conseguindo inovar durante a contrariedade da pandemia”. Além disso “permitiu cumprir o objetivo primordial de recuperação e divulgação, através da partilha de obras de artesanato de produção regional, dando a conhecer os artesãos madeirenses e incentivando a população a adquirir peças feitas pelos artistas da Madeira”.

Mais referiu o governante que a diversidade de técnicas, materiais e artesãos que participam neste projeto “ilustra a riqueza da nossa identidade cultural e criatividade dos artesãos, expressa através de diferentes técnicas e materiais, desde embutidos em madeira, cerâmica, bonecas de massa contemporâneas, cestaria em vime, tanoaria, lã de ovelha, cana vieira, entre outros”.

Dos trabalhos adquiridos em 2020 pelo MEM constam peças de Artesanato em vime; Artesanato em palmito (folha de palmeira); Trabalhos em madeira; Gaiolas e armadilhas em cana vieira; Artesanato contemporâneo: Bonecas de massa tradicionais; Trabalhos em argila plástica (pasta de modelar) alusivas ao folclore da Região e suas tradições; Brinquedos tradicionais e instrumentos musicais; Cestaria em palha de trigo; Azulejaria e cerâmica; Tanoaria; Trabalhos de artesanato sustentável, com fragmentos de cerâmica; Pintura sobre a tradição do Espírito Santo; Figurado em barro, e Trabalhos em madeira.


Anexos

Descritores