Este sítio utiliza cookies para facilitar a navegação e obter estatísticas de utilização. Poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.
Pesquisar

Concertos da Vinha ao Lagar de sul a norte da Madeira

A Secretaria Regional de Turismo e Cultura (SRTC), através da Direção Regional do Turismo, inicia amanhã, sábado, o ciclo de quatro Concertos da Vinha ao Lagar, integrados na Festa do Vinho Madeira. 02-09-2022 Turismo e Cultura
Concertos da Vinha ao Lagar de sul a norte da Madeira

As atuações decorrerão durante os próximos dois fins-de-semana, em diferentes locais icónicos da ilha da Madeira, fora do Funchal, reforçando a aposta da SRTC na descentralização, fazendo chegar a cultura a toda a Região Autónoma.
Os concertos, todos com início marcado para as 18 horas, terão a duração de 60 minutos, numa envolvência vinícola relacionados com a temática do vinho.

O primeiro, que decorrerá este sábado, dia 3 de setembro, está agendado para o Museu Etnográfico da Madeira, na Ribeira Brava, e conta com a atuação dos L.E.Q.U.E..

Trata-se de um projeto que junta músicos de diferentes palcos. Contempla repertórios de outras épocas este grupo, através da sua liberdade artística, apresenta uma leitura diferente dos conteúdos explorados. Assim, espontaneamente, quebram os conceitos e hábitos e revelam a expressão própria, mais atual, com o espectro sonoro elegante, unânime e diferente.

Os L.E.Q.U.E. são compostos pelos músicos Emanuel Faria (Craviola), Pedro Marques (Guitarra Portuguesa), Slobodan Sarcevic (Acordeão) e Francisco Coelho (Percussão).

No dia 4, domingo, o evento decorrerá na Quinta das Vinhas, na Calheta, e contará com Sena Collective.

Este é o mais recente projeto em formato banda de Tiago Sena Silva, um nome já muito reconhecido e acarinhado pelo público madeirense. Aposta num reportório nacional e internacional diversificado, dando um toque singular e refrescante aos seus arranjos.

Sena Collective é composto pelos músicos Tiago Sena Silva (Guitarra & Voz), Gonçalo Sousa (Guitarra Baixo), Francisco Aguilar (Saxofone) e Pedro Temtem (Percussão).

Uma semana depois, no dia 10, a música rumará a norte, ao Solar do Aposento, em Ponta Delgada, com a atuação das Diva’s da Madeira Duo.

Formado pela pianista Márcia Brito e a soprano Maria Ferreira, as Diva’s da Madeira Duo propõem uma viagem por algumas das canções mais emblemáticas da Broadway, músicas de filmes, e algumas das árias clássicas mais famosas do repertório erudito.
Os arranjos musicais deixam transparecer a musicalidade e virtuosismo de cada um dos seus elementos criando um ambiente elegante, alegre e festivo.

Os Concertos da Vinha ao Lagar terminam no domingo, dia 11 de setembro, no Pico da Cova, junto à capela de Nossa Senhora de Fátima, em São Vicente, com os Black Dog Blues.

A banda nasceu em São Paulo (Brasil) em 1989.
O fundador, Daniel Henriques, conheceu Magic Slim, Albert Collins, Buddy Guy, Etta James, Koko Taylor, Junior Wells, entre muitos outros que participaram de festivais internacionais de Blues em São Paulo e o Nescafé & Blues.
No seu currículo contam com um vasto leque de atuações na Madeira, com concertos regulares em bares e hotéis, para além de passagens por festivais internacionais, onde se destaca o Cotai Jazz and Blues Festival, em Macau.

Os Black Dog Blues são compostos pelos músicos Daniel Henriques (Voz & Gaita), Rodolfo Cró (Guitarra), Énio Pereira (Guitarra Baixo) e Eduardo Fernandes (Bateria).

As entradas são gratuitas e limitadas pelo que as reservas deverão ser feitas através Retoiça (retoica.com).

 


Anexos

Descritores