Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Museu da Quinta das Cruzes desafia famílias para projetos online

O Museu Quinta das Cruzes, tutelado pelo Governo Regional, através da Secretaria Regional de Turismo e Cultura, reedita dois projetos: "Memórias da Quinta" e "Desconstruindo o objeto". 31-03-2020 Turismo e Cultura
Museu da Quinta das Cruzes desafia  famílias para  projetos online

A primeira atividade tem por base a celebração do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, convidando o público a partilhar as experiências de quem passou pelo museu, em visitas guiadas ou simplesmente em passeio pelos jardins.

A participação pode ser feita através de desenho, áudio, texto ou fotografia, para o endereço eletrónico: memoriasdaquinta@gmail.com, para posterior publicação na página de Facebook do Museu Quinta das Cruzes.

A direção do museu, pretende desta forma, fazer do museu, um espaço “vivo de memórias”.

 

Novo desafio

 

Depois do sucesso com a primeira edição, realizada na semana passada, o museu lança um novo desafio, no âmbito de "Desconstruindo o objeto" -  novas formas de olhar as peças que fazem parte do espólio do Museu, aprender sobre e com elas e dar o contributo de cada um para que as mesmas se tornem ainda mais conhecidas.

Para esta semana, a escolha recaiu no Retrato de D. Francisco de Moura, 3.° Marquês de Castelo Rodrigo.

O museu convida as crianças a recriarem a obra, através de um retrato de um elemento da família ou utilizarem vestuário e acessórios recriando a personagem.

Para este projeto, o Museu Quinta das Cruzes, refere a Plataforma Online dos Museus da Madeira como motor de pesquisa: https://museus.madeira.gov.pt/.

As propostas devem ser enviadas para mqc.drc@madeira.gov.pt .

 

Eduardo Jesus:

“Este tipo de iniciativa desenvolve uma relação

entre o museu e os diferentes públicos”

 

O Secretário Regional de Turismo e Cultura destaca com agrado, a criatividade dos museus, numa altura em que a população permanece em casa. Eduardo Jesus salienta que “os espaços museológicos tutelados pela Secretaria, estão a responder ao apelo do Governo Regional, proporcionado, às crianças e familiares, projetos que aliam a pesquisa no ambiente tranquilo de casa, a par de um reforço do conhecimento dos museus da Madeira”.

Mais acrescenta que “este tipo de iniciativa desenvolve uma relação entre o museu e os diferentes públicos que não se esgota neste particular momento que vivemos”. No seu entender, “cria pontes e desenvolve afinidades que são muito importantes para o fortalecimento de uma relação que se deseja longa e estreita entre a população e os vários conteúdos que compõem os museus”.

Relembra que “os museus são o natural destino final das coisas, representam a instituição a quem se confia aquilo que pertenceu a uma vida, aquilo que fez uma história particular ou contribuiu para a história que a todos diz respeito, reinventando a utilidades dessas mesmas coisas, agora, posicionadas ao nível do conhecimento e do saber que é colocado à disposição de todos”.


Anexos

Descritores