Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Secretário de Turismo sensibiliza embaixador para corredor turístico com o Reino Unido

O secretário regional de Turismo e Cultura escreveu hoje uma carta ao embaixador do Reino Unido em Portugal, Christopher Sainty, acerca da “Retoma das viagens na Europa – Corredor Turístico: Região Autónoma da Madeira/Reino Unido”. Uma missiva que reforça uma outra endereçada ontem pela Secretaria Regional de Turismo e Cultura, com o mesmo propósito, ao Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros. 26-06-2020 Turismo e Cultura
Secretário de Turismo sensibiliza embaixador para corredor turístico com o Reino Unido

Na carta, Eduardo Jesus expressa que o Governo Regional partilha das preocupações relativas à contenção da epidemia reduzindo o risco de contágio e a progressão da doença COVID-19, e consequente salvaguarda da saúde pública dos cidadãos, apoiando todas as medidas que possam contribuir para tal desiderato, e solicita às Autoridades do Reino Unido  que a “situação ímpar da Região Autónoma da Madeira seja salvaguardada na eminente decisão relativa aos ‘corredores aéreos’ que evitam o cumprimento da quarentena por parte dos cidadãos britânicos que visitem esta Região”.

O secretário regional de Turismo e Cultura sublinha que a situação epidemiológica da Região Autónoma da Madeira “não é comparável à situação verificada no território continental português ou em outras regiões europeias ou Estados-Membros. A Região evidencia uma trajetória positiva na contenção e no tratamento da infeção por COVID-19. Regista 92 casos positivos, 90 casos recuperados. Regista apenas 2 casos ativos, identificados em contexto de rastreio no Aeroporto Internacional da Madeira. Única Região do país sem registo de óbitos. Não se verificou nem se verifica, na Região Autónoma da Madeira, transmissão comunitária ativa para a COVID-19”.

Eduardo Jesus avança que o Governo Regional da Madeira, entre outras decisões, “implementou medidas de rastreamento, medidas de segurança sanitária, utilização de equipamentos de proteção individual e distanciamento social. Acrescem a estas, um rigoroso controle sanitário implementado nos Aeroportos da Região Autónoma da Madeira: os passageiros à chegada são submetidos à triagem térmica, a inquérito epidemiológico e à realização de teste PCR de despiste ao SARS-CoV-2”.

Assim, a concluir a carta, o governante madeirense sublinha que “hoje, mais do que nunca, ter Confiança e Segurança no Destino de Férias é determinante na sua escolha e, no momento atual, na opção de viajar.  E o Destino Madeira quer continuar a merecer a confiança dos cidadãos britânicos, de que é exemplo, as rotas aéreas diretas com a Região: Leeds, Manchester, Newcastle, Edimburgo, Birmingham, Glasgow, East Midlands, Londres Stansted”.


Anexos

Descritores