Boletim da Dívida 03/2018

Em 31 de março de 2018, a dívida global da RAM ascendia a 5.297 milhões de euros, o que representa uma diminuição de 1.340 milhões de euros face ao observado no final de 2012 e de 165 milhões de euros face aos valores de 31 de março de 2017 02-07-2018 Direção Regional do Orçamento e Tesouro
Boletim da Dívida 03/2018 A dinâmica evidenciada no 1.º trimestre de 2018 é marcada por uma diminuição global, tanto em termos homólogos como em termos trimestrais, evidenciando-se contudo trajetórias mistas nos subconjuntos incluídos na dívida global das entidades públicas da RAM. Efetivamente, ao nível da Administração Regional, verificou-se um aumento da dívida administrativa/não financeira face ao trimestre anterior, contrabalançada por uma diminuição da dívida direta/financeira, em linha com o evidenciado ao nível do Setor Empresarial da RAM (inclui as entidades públicas reclassificadas). Já em termos homólogos, a trajetória de evolução foi inversa ao nível da administração direta, com o SERAM, a registar evoluções no mesmo sentido das registadas em termos orçamentais. Concretamente, ao nível da Administração Regional, a dívida direta aumentou cerca de 143 milhões de euros, circunstância que é decorrente da estratégia que está a ser levada a efeito e que passa pela centralização dos novos financiamentos na Administração Regional, que depois transfere os fundos para as demais entidades incluídas no perímetro de consolidação. 

Embora sem efeito na dinâmica de diminuição da dívida global da Região, no 1.º trimestre de 2018 houve uma diminuição da dívida de Maastricht de 54 milhões de euros, em comparação com o trimestre anterior. 

Globalmente, os valores apresentados refletem uma trajetória marcada por um processo de ajustamento contínuo e consistente, reflexo da sustentabilidade das finanças públicas da Região.

Funchal, 2 de julho de 2018