Governo Regional quer ferry todo o ano

Ligação marítima entre a Madeira e o Continente termina com resultados muito positivos. Em setembro, o ferry transportou mais 51% de passageiros do que em 2011. Grande procura reforça reivindicação do Governo Regional no apoio do Estado à operação. 19-09-2018 Vice-Presidência
Governo Regional quer ferry todo o ano

 

O vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado, que presenciou ao momento que marcou a última viagem de 2018, entre a cidade do Funchal e Portimão, do ferry “Volcán de Tijarafe”, reafirmou a intenção do Governo Regional em reivindicar o apoio de Lisboa para alargar o transporte marítimo entre a Madeira e o continente a todo o ano.

De acordo com o Vice-presidente, contrariamente às expetativas daqueles que disseram ser impossível materializar esta operação, o Governo Regional sempre se empenhou e defendeu a concretização desta operação, concebendo todos os esforços para montar e tornar esta operação uma realidade.

“É estranho, por isso, ver agora aqueles partidos que sempre se manifestaram contra esta operação, depois de verificarem o seu sucesso, reclamarem essa operação para o ano inteiro, mas não fazerem pressão junto do Governo da República, onde têm assento”, realçou Pedro Calado, sublinhando que o Governo continuará a fazer o seu caminho e voltará à carga junto do Governo da República, exigindo viagens todo o ano, com Lisboa a assumir os deveres de Estado.

Perante os dados muito positivos que demonstram o sucesso comercial desta ligação e a grande procura registada nos três meses de operação, superiores inclusive aos verificados em 2011, o governante espera que o ferry venha a ter apoios nacionais ou comunitários, garantindo-se assim o Princípio da Continuidade Territorial.

“Esta é uma operação que, financeiramente, é insustentável ser mantida apenas pelo Governo Regional e que deve ser acompanhada pelo Governo da República” disse o vice-presidente, garantindo, contudo, que o Executivo Regional manterá o compromisso assumido com os madeirenses, garantindo o contrato assinado por mais dois anos desta concessão de serviço público.