Progressão na carreira para 6200 trabalhadores

Até agosto deste ano, o Governo Regional já concluiu os respetivos processos de descongelamentos e processou os vencimentos com os aumentos remuneratórios decorrentes das alterações de posicionamento/progressões, num encargo orçamental superior a 1,8 milhões de euros. 08-10-2018 Vice-Presidência
Progressão na carreira para 6200 trabalhadores

O vice-presidente, Pedro Calado, lembrou hoje, que até ao final do mês de agosto, o Governo Regional já concluiu os respetivos processos de descongelamentos e processou os vencimentos com os aumentos remuneratórios decorrentes das alterações de posicionamento/progressões a cerca de 6200 trabalhadores.

Durante a cerimónia de assinatura de um protocolo de trabalho coletivo com três sindicatos da Função Pública e trabalhadores em funções públicas, o governante realçou que no que se refere aos serviços que, até à data, já concluíram o processo, o encargo orçamental é superior a 1,8 milhões de euros.

Os instrumentos de regulamentação coletiva de trabalho que foram assinados pretendem unificar o regime legal aplicável às carreiras gerais do Serviço Regional de Saúde (SESARAM), e desta forma aplicar aos trabalhadores de direito privado destas carreiras o regime vigente na função pública, por exemplo, no que se refere ao usufruto dos mesmos dias de férias e do subsídio de insularidade.

Num acordo único e pioneiro a nível nacional, este acordo vem beneficiar cerca de 2 mil trabalhadores.