Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.

Câmara de Provadores (AgroSenseLab) presente no "Ciência no Mercado"

Participantes foram “provadores” por um dia. 29-11-2017 Direção Regional de Agricultura
Câmara de Provadores (AgroSenseLab) presente no "Ciência no Mercado" Integrado nas comemorações da Semana da Ciência e da Tecnologia, que se celebra a nível nacional entre 20 e 26 de novembro, a Arditi organizou no passado dia 22 de novembro, na Praça do Peixe do Mercado dos Lavradores, uma mostra da Ciência e da Tecnologia que é produzida na Região. Este evento permitiu aos participantes não só interagir e participar ativamente nas várias atividades disponibilizadas pelas 22 entidades presentes no certame.

O AgroSenseLab - Câmara de Provadores dos Produtos Agrícolas e Agroalimentares da RAM, também marcou presença neste evento. Este serviço de prova que está a ser criado pela Secretaria Regional de Agricultura e Pescas, através da sua Direção Regional de Agricultura, baseia a sua ação na Análise Sensorial, ciência que utiliza os sentidos como instrumentos na avaliação dos atributos organoléticos de um alimento. O AgroSenseLab terá, num futuro próximo, a missão de avaliar sensorialmente a genuinidade e qualidade dos produtos agrícolas e agroalimentares tradicionais, sendo mais um instrumento ao dispor da Região na valorização, defesa, proteção e preservação do nosso património gastronómico e cultural.

Sendo uma Câmara de Provadores um órgão colegial, composto por um grupo de pessoas detentoras de conhecimentos técnicos e de treino específico de prova, a participação do AgroSenseLab no evento teve o intuito de sensibilizar para a importância dos objetivos deste novo projeto e do trabalho desenvolvido pelos profissionais formados nesta área científica, área ainda desconhecida do público em geral e que carece de maior divulgação.

Para o efeito, foram colocadas ao dispor de todos quantos nos visitaram uma série de atividades usadas no treino de rotina de um Provador, nomeadamente: testes de cor, de deteção de aromas, de sabores e de texturas dos alimentos.

Os participantes tiveram também a oportunidade de testar os conhecimentos adquiridos através da prova de produtos tradicionais madeirenses, tais como pão tradicional da Madeira, bolo e broas de mel de cana da Madeira, frutos vários (banana, maracujá), entre outros.

A adesão e participação superou largamente as expetativas, pois entre miúdos e graúdos, muitos foram os que aceitaram o repto de “Ser Provador por um dia”, participando entusiástica e ativamente em todas as atividades.

Resta agradecer o convite endereçado pela Arditi e pela comissão organizadora deste evento e congratular pela iniciativa, que se afirma a cada edição que passa como um excelente veículo de divulgação do que de melhor se faz a nível científico e tecnológico na Região.

Anexos

Descritores