Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Agricultura madeirense com formação e apoiada em novas tecnologias

Miguel Albuquerque relevou hoje a formação que vem sendo dada aos agricultores madeirenses, bem como o acompanhamento técnico que o Governo Regional vem fazendo, permitindo a monitorização das explorações agrícolas, face às pragas e também às consequências das alterações climáticas. 26-03-2021 Presidência
Agricultura madeirense com formação e apoiada em novas tecnologias

O presidente do Governo Regional visitou hoje uma exploração agrícola na Tabua, que é mais um exemplo, como relevou, da nova agricultura madeirense, que alia a capacidade de trabalho com as novas tecnologias.

O governante mostrou-se bastante satisfeito com o que viu, sublinhando tratar-se de «uma exploração moderna, adaptada aos novos tempos, com menor trabalho manual e com mais tecnologia, ao encontro do que a Madeira precisa».

Miguel Albuquerque diz que a Região vem recebendo importantes fundos da União Europeia, através do PRODERAM, anunciando que o novo Quadro trará ainda mais fundos, já num contexto de modernização da nossa agricultura.

«Hoje a produção agrícola está muito ligada ao conhecimento tecnológico e à formação (combate às pragas, fatores aleatórios que as alterações climáticas vêm trazendo). Aliás, os laboratórios e os técnicos do Governo vêm monitorizando todas as estas alterações. Ainda agora, tivemos enorme sucesso no combate à Vespa do Castanheiro, que ameaçava castanheiros no Curral», recordou.

O líder madeirense fez ainda questão de recordar que «a escola agrícola de São Vicente tem feito um trabalho extraordinário, na formação empresarial dos nossos agricultores».

A exploração hoje visitada por Miguel Albuquerque (acompanhado pelo secretário regional da Agricultura) dedica-se à produção de hortícolas em estufa, com recurso ao sistema hidropónico, integrando ainda áreas de bananeiras, anoneiras, figueiras e morangueiros.