Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Corte de 12 milhões de euros é perfeitamente inaceitável

Presidente do Governo recorda o investimento assoberbante da Região, com recurso exclusivo a verbas próprias, durante a pandemia, na saúde, nos apoios sociais e às empresas 11-10-2021 Presidência
Corte de 12 milhões de euros é perfeitamente inaceitável

O Presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, disse esta segunda-feira, à margem da abertura da exposição “Uma Visita à História da Diabetes no Centenário da Descoberta da Insulina”, que a proposta de Orçamento do Estado tem já uma má notícia: “uma redução de verbas da comparticipação dos fundos nacionais para as regiões autónomas”.

Miguel Albuquerque entende ser “perfeitamente inaceitável” face à situação difícil e ao esforço financeiro assoberbante da Região durante a pandemia na área social, no apoio às empresas e ao setor da saúde.

“isto é algo que qualquer pessoa compreende”, disse Miguel Albuquerque.

No momento em que nós precisávamos da solidariedade do Estado, o Estado, à luz da Lei das Finanças Regionais – uma lei que foi feita contra as Regiões – corta verbas. São cerca de 12 milhões de euros Isso é inaceitável. É grotesco”, concluiu.


Anexos

Descritores