Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Albuquerque vai visitar as empresas madeirenses

O presidente do Governo Regional vai visitar, até final deste ano e durante o próximo, as empresas madeirenses. 26-11-2019 Presidência
Albuquerque vai visitar as empresas madeirenses

Miguel Albuquerque diz que vai fazer, até final do ano e durante o próximo ano, junto com o secretário regional da Economia, um roteiro de visita às empresas madeirenses. O presidente do Governo Regional visitou, há pouco, a empresa Vidrametro, no Caniço. Uma oportunidade para reiterar a aposta do seu Executivo nas empresas.

«Porque tem um entendimento, que sabemos que é o correto, que são as empresas que criam riqueza, que contribuem para a dinâmica económica, para o rendimento dos cidadãos e para o emprego», disse.

O governante enalteceu ainda que a Vidrametro «é uma empresa que tem acompanhado a evolução tecnológica, que tem feito os investimentos corretos e hoje é uma empresa altamente competitiva no mercado regional».

Miguel Albuquerque disse ainda ser importante dar os apoios, mas diz que há que «complementar estes apoios com um conjunto de iniciativas que o Governo está a ter e que vai continuar a ter, que pretendemos criar».

«A Região Autónoma já é a região com mais baixa fiscalidade do País e vamos continuar com este percurso de continuar a diminuir os ónus, os encargos e os impostos sobre as empresas, para elas poderem investir, para criarem mais postos de trabalho e para inserirem uma maior dinâmica no próprio mercado», anunciou.

Por outro lado, será também feita forte aposta «na captação de mais investimento externo». «Por isso mesmo é que vamos fazer a reformulação da Invest Madeira, que vai ter uma configuração jurídica de maior autonomia, com orçamento próprio», adiantou.

«Queremos também continuar a apoiar a internacionalização das nossas empresas. Temos empresas que precisam de ser apoiadas quer na sua promoção no exterior quer nos apoios dos custos do transporte de mercadorias. É um sistema de incentivos que vamos melhorar. E obviamente que queremos que as nossas empresas, para além da sua internacionalização, criem parcerias estratégicas com empresas externas», concluiu.



Anexos

Descritores