Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

“Os nómadas digitais são verdadeiros embaixadores da Madeira”

Abertura oficial da Digital Nomad Village 18-02-2021 Economia
“Os nómadas digitais são verdadeiros embaixadores da Madeira”

O Secretário Regional da Economia, Rui Barreto, inaugurou, esta manhã, no Centro Cultural John Dos Passos, a primeira Vila Nómada da Madeira, na Ponta do Sol. Um espaço idealizado e totalmente concebido para receber nómadas digitais.

 

A Digital Nomad Village é um projeto piloto único no mundo inserido no Digital Nomads Madeira Island, um conceito desenvolvido pela Secretaria Regional da Economia através da StartUp Madeira.

 

Na oportunidade, o governante agradeceu a presença de todas as instituições parceiras da iniciativa, públicas e privadas (Secretaria Regional do Turismo, Município da Ponta do Sol, NOS Madeira, Cowork Funchal, Stay Madeira Island e Estalagem da Ponta do Sol).

 

Rui Barreto garantiu que projeto “será levado a todos os municípios da Região para projetar o nome da Madeira”. O Secretário da Economia realçou a manifestação de interesse de mais de 4.500 trabalhadores oriundos de 90 países, “que desejam poder viver e experienciar trabalhar através da Madeira”.  Atualmente, cerca de 60 nómadas digitais já estão a viver e trabalhar na Ponta do Sol. À volta da ilha já foram contabilizados mais de 250 trabalhadores remotos.

 

Salientando que “este é um projeto do governo, mas não só do governo”, o Secretário da Economia afirmou que os nómadas digitais são “verdadeiros embaixadores da Madeira. Integram-se na comunidade, conhecem a cultura e partilham isso nas redes sociais e nos diversos canais digitais e com isso conseguem atrair outros”, constatou. Na opinião do governante, este projeto constitui “uma excelente oportunidade para dinamizar as nossas freguesias e as nossas vilas” e isso já se começa a refletir na ocupação do alojamento local. “É uma oportunidade única para, num momento difícil, em que estamos a viver uma contração da economia e temos limitações na mobilidade, mantermos vivas as nossas vilas”, concluiu.

 

“Soubemos posicionar para deitar a semente à terra que vai dar ótimos frutos”

 

O projeto nasceu de um evento sobre trabalho remoto - Future of Work Portugal – apoiado Startup Madeira, que envolveu mais de 800 participantes, em setembro do ano passado. Desde esse momento, o Governo Regional da Madeira, envolvendo vários parceiros públicos e privados, tem disponibilizado todos os meios

 

O Digital Nomads Madeira Island vai atrair nómadas digitais de todo o mundo para trabalhar e viver na Madeira. Profissionais das maiores empresas e empreendedores digitais vão fazer da ilha a sua casa por períodos entre 1 e 6 meses, vivendo como locais nas comunidades à volta da ilha. Dentro deste projeto, a Ponta do Sol conta com um projeto piloto único em todo o mundo, a Digital Nomad Village. A vila tem as condições perfeitas para nómadas que procuram o sol e um estilo de vida tranquilo rodeados de natureza e será a primeira vila nómada do mundo. A beleza natural da vila, o acesso ao mar, à natureza e a excelente internet são os cartões de visita desta bela vila para atrair nómadas digitais de todos os pontos do globo.

 

Parceria com a NOS Madeira

 

Na ocasião, foi celebrada uma parceria entre a Secretaria Regional da Economia, a StartUp Madeira e a NOS Madeira, parceiro oficial da iniciativa.

 

A internet é um fator decisivo para os nómadas digitais. A NOS Madeira abraçou, desde o início, este projeto projetando para o Centro Cultural John dos Passos e áreas circundantes uma excelente infraestrutura que permitisse a plenitude de acesso remoto a todos os nómadas digitais, que utilizem as instalações disponíveis para a comunidade.

 

Este tipo de iniciativa mostra que o mundo laboral está a mudar e que as ferramentas tecnológicas que uma empresa regional como a NOS Madeira dispõe, tornam-na num parceiro de referência na Madeira, para famílias, empresas e setor público. A parceria com este projeto reflete o esforço da NOS Madeira tem vindo a fazer em toda a Madeira na melhoria e expansão da rede fixa e móvel: 4G nos túneis, aumento da capacidade contratada no cabo submarino, novas redes, entre outros investimentos.

 

 

Curiosidades:

EUA (+1000 inscritos)

UK (+320 inscritos)

Brasil (+270 inscritos)

Alemanha (+200 inscritos)

Portugal (+200 inscritos)

 

Outros países com muitos inscritos são: Eslováquia, Polónia, Bielorrússia, Holanda, República Checa e Itália.

 

Países mais longínquos: Taiwan, Zâmbia, Zimbabué, Sri Lanka, Nigéria, Nepal, Jamaica, Guiana, Burundi, Bangladesh.

 


Anexos

Descritores