Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Rui Barreto reuniu Associação de Indústria, Comércio e Turismo do Porto Santo

Economia do Porto Santo 25-06-2021 Economia
Rui Barreto reuniu Associação de Indústria, Comércio e Turismo do Porto Santo

O secretário regional da Economia deslocou-se hoje à ilha do Porto Santo, onde reuniu com a Associação de Indústria, Comércio e Turismo do Porto Santo. A AICTPS é a entidade que representa as empresas do Porto Santo nos setores do Comércio, Serviços Indústria e Turismo, através de 6 mesas: Agricultura e Pescas; Serviços e Alojamento Local; Cultura; Animação e Eventos e Hotelaria e Turismo.

 

No encontro com os membros da direção da AICTPS foram abordados vários assuntos de interesse local, tais como a estratégia para o desenvolvimento e para a recuperação económica do Porto Santo; medidas implementadas pela secretaria da Economia para apoiar as empresas e proteger os postos de trabalho; bem como a discriminação positiva ao tecido económico do Porto Santo na majoração diversos apoios e sistemas de incentivos às empresas locais.

 

De acordo com o secretário regional a auscultação dos agentes económicos tem sido “constante e fundamental” para tomada de decisões com vista à implementação das medidas adequadas à realidade regional. “Sobretudo nesta fase da pandemia, temos reunido e acompanhado com frequência os empresários e associações da Madeira e do Porto Santo”, sublinha.

 

Rui Barreto recorda que as empresas do Porto Santo têm sido alvo de uma “discriminação positiva” nas linhas de apoio à tesouraria e manutenção dos postos de trabalho e no âmbito dos sistemas de incentivos, onde o Governo Regional já atribui uma majoração para fazer face aos custos com a dupla insularidade e às consequentes limitações de desenvolvimento.

 

O secretário regional lembra que todas as medidas executadas são fruto de um “esforço do orçamento regional a favor da economia do Porto Santo”, acrescentado que “o financiamento que o Governo Regional, através de um empréstimo de 458 milhões, foi canalizado para apoiar a economia, mas também apoiar socialmente os sobrecustos que a pandemia acarreta aos trabalhadores e às famílias”.

 

Através do IDE já foram apoiadas 150 empresas do Porto Santo, no valor de 3,2 milhões de euros. O montante pago nas linhas de apoio - Investe RAM e Apoiar-Madeira - corresponde a 2,2 milhões de euros. Já o VI aviso do ‘SI Funcionamento´, destinado à cobertura dos custos fixos, apresenta 28 projetos aprovados para uma verba de 538 mil euros.


Anexos

Descritores