Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

DRETT apela ao uso dos transportes públicos apenas em situações estritamente necessárias

Comunicado 20-03-2020 Economia
DRETT apela ao uso dos transportes públicos apenas em situações estritamente necessárias

A Direção Regional de Economia e Transportes Terrestres (DRETT) apela a todos os cidadãos, utilizadores de transporte público, nomeadamente, jovens em idade escolar e idosos, para não recorrem à utilização destes transportes quando não estiverem em causa necessidades de deslocação previstas na alínea b) do n.º 3 da Resolução nº 121/2020, aprovada em Conselho de Governo de 19 de março. A saber:

1.      Desempenho de atividades profissionais que exijam deslocações entre o domicílio e o local de exercício da atividade profissional, quando essenciais para o exercício de atividades que não podem ser organizadas na forma de teletrabalho ou viagens profissionais que não podem ser diferidas;

2.      Necessidade de obter cuidados de saúde;

3.      Necessidade de aquisição de bens alimentares, de produtos farmacêuticos e produtos de primeira necessidade;

4.      Necessidade de adquirir produtos agrícolas, hortícolas e silvícolas;

5.     Necessidade de executar atividades agrícolas, nomeadamente relacionadas com rega e outras, sazonais, que exijam que sejam executadas durante este período;

6.      Assistência a terceiros que dela careçam;

7.      Necessidade de deslocação, em caso de urgência, a instituições financeiras e seguradoras, bem como a estações de correios;

8.      Abastecimento de bens alimentares ou outros produtos que, casuisticamente, se mostrem essenciais.

A DRETT relembra que, face à declaração de estado de emergência, houve uma redução significativa de autocarros em circulação, uma vez que todos os operadores de Transporte Público Rodoviário de Passageiros a operar na Região (Horários do Funchal, Companhia dos Carros de São Gonçalo, Empresa de Automóveis do Caniço, SAM e Rodoeste), estão obrigados a adotar o horário de Sábado aos dias úteis, bem como à redução da lotação a um terço da sua capacidade.

Os operadores de serviço público de transporte rodoviário de passageiros têm reportado vários casos de idosos e de jovens em idade escolar que continuam a viajar nos autocarros sem qualquer um dos motivos acima enunciados.

A DRETT apela a todos os cidadãos que adotem uma postura responsável e que, enquanto vigorar o estado de emergência, apenas se desloquem de transporte público caso seja estritamente necessário.


Anexos

Descritores