Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Museu de Arqueologia da Madeira

Candidatura FEDER Madeira 14-20 28-02-2018 Secretaria Regional do Turismo e Cultura
Museu de Arqueologia da Madeira












Designação do projeto Museu de Arqueologia da Madeira

Código do projeto |M1420-05-2114-FEDER-000012

Objetivo principal| 

Proteger o ambiente e promover a eficiência de recursos” conforme listagem disponibilizada no Guia de Informação e Comunicação para os Beneficiários na pag. 24.

Região de intervenção |Região Autónoma da Madeira

Entidade beneficiária |Secretaria Regional do Turismo e Cultura


Data de aprovação: 28-02-2018

 

Data de início: 01-10-2015

Data de Conclusão: 31-08-2019

Custo total elegível: 1 468 274,54€

Apoio Financeiro da União Europeia: FEDER – 1 248 033,36€

Apoio Financeiro Público Regional: OR – 220 241,18€

 

A importância patrimonial dos vestígios arqueológicos encontrados levou à necessidade de elaboração de um projeto de beneficiação do largo e de consolidação dos pavimentos e das ruínas no sentido de valorização cultural do centro histórico da cidade, devolvendo a residentes e visitantes espaços que se julgavam desaparecidos. A intervenção inclui a recuperação da calçada pré-existente, reconstituição/recolocação do Pelourinho no largo e criação de um percurso pedonal de acesso aos edifícios envolventes, assim como a conservação e restauro de todas as estruturas arqueológicas.

A adaptação do Forte de São Tiago a museu e laboratório de arqueologia tem a finalidade de disponibilizar ao público em contexto museológico o imenso espólio encontrado durante a escavação, depois de conservado, restaurado e estudado.

Esta operação prevê as seguintes ações:

  •  Beneficiação do Largo do Pelourinho e conservação e restauro das ruínas do Forte de S. Filipe;
  • Criação de galeria de visita e interpretação nas ruínas do Forte de São Filipe;
  • Instalação do Laboratório de Arqueologia na Fortaleza de Santiago e adaptação do edifício a Museu de Arqueologia;
  • Comunicação e marketing referente ao novo Museu de Arqueologia (Sítio Arqueológico do Pelourinho e Fortaleza de Santiago).