Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Governo Regional cede obras de artistas plásticos madeirenses a Lisboa

A Secretaria Regional de Turismo e Cultura associa- se ao projeto “Na margem da paisagem vem o mundo”, organizado pela Galeria Porta 33 em colaboração com o coletivo de curadores da Pós-graduação em Curadoria e Arte da FCSH – Universidade Nova de Lisboa, através da cedência de duas obras do acervo do MUDAS. Museu de Arte Contemporânea da Madeira. 11-07-2021 Turismo e Cultura
Governo Regional cede obras de artistas plásticos madeirenses a Lisboa

A Secretaria Regional de Turismo e Cultura associa- se ao projeto “Na margem da paisagem vem o mundo”, organizado pela Galeria Porta 33 em colaboração com o coletivo de curadores da Pós-graduação em Curadoria e Arte da FCSH – Universidade Nova de Lisboa, através da cedência de duas obras do acervo do MUDAS. Museu de Arte Contemporânea da Madeira.

Esta mostra conta ainda com a colaboração e coordenação de Emília Tavares e Sandra Vieira Jürgens. As obras cedidas em empréstimo de autoria de Carolina Vieira e Hélder Folgado integram esta exposição que inclui a participação de outros quinze artistas nascidos na Madeira, poderá ser visitada até 31 de agosto no Pavilhão Branco em Lisboa.

Recorde-se que na exposição “em viagem” que marcou a reabertura da Quinta Magnólia, a 31 de julho de 2019, o Centro Cultural apresentou a exposição que envolveu mais de duas dezenas de artistas, entre os quais Carolina Vieira e Hélder Folgado e que foi considerada como das maiores dos últimos anos da Madeira. Posteriormente e em junho de 2020, e também por iniciativa da Secretaria Regional de Turismo e Cultura, foram apresentados 22 vídeos sobre a exposição, gravações que se encontram disponíveis na plataforma Cultura Madeira: https://cultura.madeira.gov.pt/

Em declarações ao DN, o Secretário Regional de Turismo e Cultura considera “relevante este novo empréstimo de duas obras do acervo do nosso Museu, depois da cedência recente, de 12 obras do artista plástico Gaëtan, também do acervo do nosso Museu de Arte Contemporânea. Neste caso particular, estamos a divulgar as obras de dois artistas plásticos madeirenses em Lisboa, o que nos enche de orgulho e satisfação. Tal como preconiza o Programa do Governo, a Cultura é a pedra basilar da identidade de um território e respetiva comunidade, oferecendo um sentido de pertença e unidade. Importa à Região, por um lado, identificar, estudar, salvaguardar, promover e divulgar a sua herança cultural, e por outro, prosseguir as medidas impulsionadoras de um papel criador e contemporâneo nas prioridades das políticas e estratégias deste sector, partindo do local para o global, de produção de conhecimento e conteúdos, que sejam benefícios na coesão social e na criação de riqueza e desenvolvimento da Região. Reforçamos a ligação e a cooperação com os parceiros públicos e privados do setor com a cedência das obras de Carolina Vieira e Hélder Folgado, e afirmamos a Madeira, quer no país, quer no mundo, constituindo desta forma e para quem visitar a exposição, a oportunidade única para conhecer os artistas plásticos madeirenses”.


Anexos

Descritores