Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Governo Regional apoia Recreio Musical União da Mocidade

O Governo Regional aprovou a celebração do contrato-programa com a associação Recreio Musical União da Mocidade no valor de 20 mil euros. 23-11-2021 Turismo e Cultura
Governo Regional apoia Recreio Musical União da Mocidade

O Executivo considera que a associação, fundada em 1913, tem desenvolvido um trabalho único na área da música, especialmente através da Orquestra de Bandolins da Madeira, que tem merecido reconhecimento por parte do público regional, nacional e internacional.

Além disso, a instituição, com sede em São Roque, no Funchal, tem mantido em funcionamento escolas de música para crianças e jovens cuja participação é muito significativa, sendo que, para o efeito, tem de afetar recursos humanos, artísticos e técnicos adequados, bem como equipamentos, instrumentos e demais meios logísticos necessários à aprendizagem, ensaios e concertos.

Acresce a tudo isto que, no entender do Governo, a associação tem realizado um importante trabalho de recolha, seleção e divulgação das tradições musicais típicas da cultura madeirense.

Assim, o apoio governamental tem como objetivo o desenvolvimento de atividades que contribuem para o incremento da qualidade e diversidade da oferta cultural da Região bem como para a promoção e divulgação da Madeira enquanto destino de cultura.

 

A Cultura é uma prioridade do Governo Regional e mantemos este objetivo como forma de contribuir para a preservação, reabilitação e valorização das associações. Recordo que este ano, apenas em matéria de contratos-programa para despesas de funcionamento, estão abrangidas, até ao momento, 8 associações no valor total de 200.000€. Com estes apoios, pretendemos incentivá-las para que se mantenham ativas e produtivas bem como permitir a manutenção de postos de trabalho”, frisa o Secretário Regional de Turismo e Cultura ao DIARIO.

Assim, , Eduardo Jesus deixa claro que os apoios à Cultura “prosseguirão, porque o Governo entende que estas ajudas contribuem para o incremento da qualidade e diversidade da oferta cultural na Região”.

 


Anexos

Descritores